Cabarezim

Publicado em: 28/02/2018

Aos sábados, no intervalo entre as aulas do período matutino e vespertino, os aprendizes de Humor passaram a manter um encontro movido a gargalhadas. Pouco a pouco, a reunião se consolidou, ganhou periodicidade e um nome: Cabarezim. A ideia deu certo e surgiu a oportunidade de expandir o projeto e abri-lo para que o público externo também se divertisse. Assim, na Sede Roosevelt da Instituição, o Cabarezim dá as boas-vindas a quem quiser “visitá-lo”.

Idealizado pelo aprendiz de Humor Caique Torresmo, o projeto foi concebido com o intuito de dar continuidade às cenas criadas em sala de aula. “Após perceber que algumas cenas interessantes acabavam morrendo na sala, propus à minha turma (do período vespertino) que nos reuníssemos um dia por semana, fora do horário de aula, para apresentarmos as cenas e aprimorá-las”, lembra.

No Cabarezim, um participante apresenta uma cena cômica – esquete, clown, stand-up ou qualquer outra do gênero – e, na sequência, os demais comentam a respeito. “É uma espécie de direção coletiva”, conta Torresmo.