Van Gogh, Artaud e Experimento

Publicado em: 05/04/2011

Os aprendizes do Módulo Azul da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco vão enveredar agora por um caminho em busca do aprofundamento na obra “Van Gogh. O Suicidado da Sociedade”, do dramaturgo Antonin Artaud, para, então, enfrentar o desafio de montar um espetáculo baseado nesse texto e colocar em prática tudo o que aprenderam na SP Escola de Teatro.
 

“Motivados pelo estudo sobre o movimento Bauhaus e da obra de Artaud, os aprendizes vão trabalhar com a ideia de performatividade no teatro. Além disso, podem ocupar vários espaços teatrais, da rua até o banheiro, para se voltar às perspectivas que a própria performatividade propõe”, explica Joaquim Gama, coordenador pedagógico da Escola.
 

Diferentemente dos semestres anteriores, esse é o primeiro módulo em que todos os grupos do Experimento são convidados a fazer a montagem do mesmo texto. Segundo Gama, a escolha de uma obra única busca o aprofundamento e a focalização do trabalho. “É uma decisão pedagógica e, sobretudo, artística. Com um mesmo texto colocado em cena por diferentes grupos, vamos enxergar diferentes parâmetros e as inúmeras abordagens que podem surgir”, explica.
 

Nesse ano, os Módulos foram mesclados entre as três fases de estudo, o Processo (voltado para a investigação cênica e para a pesquisa teórica); o Experimento (com propostas direcionadas à prática cênica, envolvendo diversas áreas da produção teatral); e a Formação (que busca as formulações teóricas e o pensamento crítico do estudo em questão).  “O Experimento é o momento no qual teremos projetos teatrais diferenciados, investigando elementos formulados na fase intitulada Processo e que estão em consonância com o Eixo Temático e o Operador”, conclui Gama. 

 

Confira a lista dos grupos nos arquivos anexos.