Três em um: a Escola e suas novidades

Publicado em: 22/11/2013

* por Ivam Cabral, especial para o portal da SP Escola de Teatro

 

Aqui, na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, é sempre tempo de festa. Até porque, já disse noutras ocasiões, não consigo dissociar alegria de trabalho. Assim, para não perder o pique, na próxima terça-feira (26), abriremos as portas de nossa Sede Roosevelt para dar à luz três novos projetos.

 

Tenho prazer ainda maior de contar sobre isso pelo fato de uma dessas novidades ser o meu novo livro, “Terras de Cabral – Crônicas de Lá e Cá” (Editora Giostri, R$ 40). 

 

Não sei se todos vocês sabem, mas  mantenho um blog desde 2004 – sim, é bastante tempo para esse veloz e efêmero mundo contemporâneo e virtual no qual vivemos –, o Terras de Cabral. Também tenho, desde 2008, uma conta bastante ativa e movimentada no Twitter. Falo isso porque foi desses dois lugares que as crônicas do livro foram extraídas. E, para continuar a discussão no plano virtual, a capa do livro é composta por fotografias que postei em minha conta no Instagram, revelando um pouco de minhas andanças por este mundão.

 

Agora, prestes a lançar o livro, vou me lembrando das histórias, de cada uma delas. E me surpreendo, com emoção. O que me admira, no entanto, é que eu nunca pensei em publicá-las em livro. Na verdade, até o ato de divulgá-las na internet sempre foi algo meio espontâneo, como se elas gritassem para sair do anonimato e ganhar o mundo.

 

Sendo assim, lá vamos nós – eu e elas, as crônicas – nos aventurar em outras terras. Não mais virtuais, mas físicas: as prateleiras das livrarias.

 

Mas a noite de terça também revela outras boas surpresas. Uma delas é a A[L]BERTO #5, a revista da SP Escola de Teatro. E, veja só, já chegamos ao número 5, sem contar a edição especial de dramaturgia. Alcançar esta marca, por sua vez, não me surpreende. Criamos a revista como forma de homenagear o Guzik e justamente com a intenção de torná-la referência no estudo das artes cênicas no País. E, desculpem-me a falta de modéstia, mas temos alcançado esse objetivo.  Nossa A[L]BERTO já é uma importante referência das publicações no Brasil.

 

Dar vazão à rica pluralidade de vozes que existe no teatro era uma de nossas principais ideias ao pensar esta publicação. Qualquer semelhança com o discurso adotado aqui na Escola não será mera coincidência.

 

Dessa forma, esta edição será voltada, principalmente, à cenografia. Boa parte desse material foi extraído de discussões realizadas no Palco SP – Encontro Internacional sobre o Ensino da Cenografia, evento promovido pela Escola em março, com participação de profissionais mundialmente renomados, vindos de vários países: Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Nigéria, Japão, Suécia, Nova Zelândia. Haja diversidade!

 

De sobra, ainda ganhamos de Maria Bonomi um desenho incrível que ilustra a capa desta edição.

 

O terceiro e último – mas não menos importante – lançamento da noite será do site “Chame a Cacilda”. Muito mais que um endereço virtual, o projeto, que é fundamentado na ideia de cooperação, propõe a criação de uma rede que integrará os artistas das artes do espetáculo, colaborando – e muito – para o desenvolvimento mútuo de seus trabalhos.

 

Posso parecer dramático, mas sempre penso: e se em minha época de estudante tivéssemos um recurso como esse? Quantos caminhos eu teria encurtado! Digo isso por conta da facilidade e da aproximação que o projeto trará aos artistas. Neste espaço virtual, poderemos trocar informações, textos, figurinos, materiais, objetos cênicos, captar parceiros, buscar profissionais, realizar doações, empréstimos, facilitar deslocamentos e propiciar alojamento alternativo. Imaginem quantas novas possibilidades se abrirão com essa iniciativa. Não devemos nos encher de orgulho e esperança? 

 

Durante o lançamento, ainda realizaremos uma feirinha de trocas de materiais relacionados às artes do palco. Então, tragam seus textos, figurinos, adereços e objetos cênicos para o escambo.

 

Eu não falei que havíamos chegado para mudar o mundo? Terça-feira avançaremos mais um passo nesta direção. Vamos todos juntos?

 

 

*A coluna de Ivam Cabral é publicada às sextas-feiras. Clique aqui para ler outras colunas.