Designers da Escola da Cidade convidam estudantes de teatro para projeto colaborativo de performance

Juliana Fernandes, Guilherme Dorneles e Álvaro de Lara são criadores do projeto colaborativo ‘Fiiiiila’, que consiste em uma investigação sobre o universo das mais diversas filas pela cidade. O grupo nasceu dentro do curso de põs-graduação Design Gráfico e a Cidade da Escola da Cidade e busca realizar performances em filas, e realizar um registro delas, estão convidados estudantes de teatro que tenham interesse em ajudar a construir e concretizar a ideia. As inscrições podem ser feitas pelo googleforms.

Confira a chamada do projeto:

“Filas fazem parte da rotina de grande parte dos brasileiros. Despertam ódio, ansiedade, dores no ciático e, por incrível que pareça, até um certo carinho, um apego aos perrengues da vida. O projeto Fiiila quer estimular um olhar diferente para o assunto, organizando, registrando e disseminando breves e simples performances nos mais diversos tipos de filas (dos Correios, das Lotéricas, dos Cinemas, dos Bancos, dos Museus, etc). Estamos buscando pessoas interessadas em participar dessas performances.”

As dinâmicas serão simples e, em resumo envolveram a espacialização da palavra Fiiiiiila dialogando com as filas existentes. As ações envolverão a organização e reorganização do grupo nos espaços fora, ao lado ou dentro das filas. Os roteiros de cada performances serão divulgadas aos poucos, é possível também entrar em contato por meia das redes sociais do projeto (https://www.instagram.com/projeto.fila) projetofiiiiila@gmail.com, uma DM pelo Instagram ou deixar um comentário abaixo.”

O último projeto realizado pelo grupo foi o Almanaque de Conflitos da Praça Roosevelt, que assim como o ‘Fiiila’ têm a intenção de incentivar um olhar mais atento pela cidade e assim geram aprendizado. Esse possui uma versão digitalizada gratuita e reúne notícias, relatos e curiosidade antigas e atuais sobre uma das praças mais icônicas de São Paulo, na qual inclusive, reside uma das sedes da SP Escola de Teatro! O almanaque conta a história da praça de um jeito descontraído e a partir de conflitos, ele engloba toda a sua trajetória desde o século XX quando era nomeada praça da consolação até o ano vigente (2021). A proposta é apresentar os conflitos como sinal de vitalidade do espaço público e misturar diferentes acontecimentos que construíram o que a praça é hoje.




Posts Archives

Designers da Escola da Cidade convidam estudantes de teatro para projeto colaborativo de performance

Posted on

Juliana Fernandes, Guilherme Dorneles e Álvaro de Lara são criadores do projeto colaborativo ‘Fiiiiila’, que consiste em uma investigação sobre o universo das mais…

Read more