SP transmite final online de campeonato de poesia falada ‘Slam Interescolar-SP’ realizado com alunos da rede pública

No próximo sábado, 13, a SP Escola de Teatro transmite a final do campeonato de poesia falada Slam interescolar-SP através do canal no Youtube da SP Escola de Teatro. O propósito primordial do projeto é destacar o protagonismo artístico juvenil e estimular a leitura e a escrita criativa. Realizado com alunos da rede pública, a modalidade Ensino Fundamental do evento ocorrerá às 16h, e a modalidade Ensino Médio, às 19h, cada um terá a duração de 2 horas. A iniciativa está indicada ao 63º Prêmio Jabuti na categoria Inovação.

Duas grandes finais do campeonato ocorrem todo ano com as escolas inscritas. Em 2020, elas ocorreram remotamente durante o mês de novembro e obtiveram um alcance de aproximadamente 2700 visualizações em ambas categorias. As vagas para o Slam Interescolar-SP são conquistadas por meio de seletivas realizadas pelas escolas em parceria com o Slam da Guilhermina.

Processo seletivo curso técnico: SP Escola de Teatro abre seleção para 80 vagas

O projeto  é mediado pelos ‘poetas-formadores’, que são slammers oriundos de diversas regiões da cidade e têm como propósito a atuação local gerando legitimidade e identificação através da arte. Eles atuam pelo Ciclo Formativo com oficinas de Escrita, Voz, Corpo, Perfomance e Didática, alguns nomes importantes do Slam nacional que integram o programa são: Beká, Daniel Minchoni, Fernaun, Jéssica Campos, Márcio Ricardo, Mariana Felix, Monique Amora, Nathan Gomes, Renato Kola e Tawane Theodoro. Cada um deles trabalha com aproximadamente 6 escolas, acompanhando os alunos no desenvolvimento de seus textos e apresentações.

Um dos organizadores da iniciativa, Emerson Alcalde, é artista egresso de dramaturgia da SP Escola de Teatro e

Foi confeccionado e distribuído gratuitamente nas escolas um fanzine didático chamado “Manual para Criação de um Slam na sua Escola”, ele possui um conteúdo explicativo de como realizar um slam desde a elaboração das notas até a apresentação do evento.

Em 2020, foi aberto durante 15 dias um formulário de inscrição online, por meio do qual 133 instituições da rede pública se inscreveram. Dessas, 62 escolas conseguiram levar o projeto até o fim, mesmos com as dificuldades impostas pelo primeiro ano de pandemia.

Andanças pelo Teatro Mundial: SP entrevista a diretora e professora finlandesa Saana Lavaste, da University of the Arts Helsinki

Cada escola organizou no mínimo uma edição do Slam Escolar e o(a) vencedor(a) passou para a etapa das seletivas ocorridas entre os dias 11 a 25 de outubro, após essa fase ocorreu a grande final do Fundamental II e do Ensino Médio, respectivamente no dia 7 e 8 de novembro de 2020. A média de espectadores do evento transmitido ao vivo foi de aproximadamente 200 pessoas por final. Todos os alunos participantes tanto das seletivas quanto das finais receberam certificados, medalhas e livros enviados via correio. Os vencedores de ambas categorias receberam da equipe do Slam da Guilhermina troféus e prêmios; um notebook, para o primeiro lugar e para os segundos e terceiros lugares tablets.

O Slam Interescolar faz parte do currículo escolar da Secretaria Municipal de Educação em livros didáticos e paradidáticos, e vem servindo como objeto de TCCs, artigos científicos, mestrados e doutorados. Atualmente o coletivo também produz o Slam Interescolar Nacional, com escolas de todo o Brasil e recentemente; foi publicado o livro Slam Interescolar-SP, Das Ruas Para As Escolas, Das Escolas Para As Ruas, que conta a história dos primeiros cinco anos dessa trajetória.

 




Posts Archives

SP transmite final online de campeonato de poesia falada ‘Slam Interescolar-SP’ realizado com alunos da rede pública

Posted on

No próximo sábado, 13, a SP Escola de Teatro transmite a final do campeonato de poesia falada Slam interescolar-SP através do canal no Youtube…

Read more