Marcos Abranches promove exposição artística nesta quarta-feira, 06, e lança documentário O Artista e a Força do Pensamento

Marcos Abranches. Crédito da foto: Alex Merino

O coreógrafo e dançarino Marcos Abranches convida a todos para a apreciação de uma exposição que será realizada nesta quarta-feira, 06, pelos participantes da oficina online Corpos Dançantes Modernistas: Dança como Consciência do Outro, promovida pela SP Escola de Teatro e pelo bailarino. O evento é resultado do processo criativo dos estudantes e consiste numa experiência em vídeo chamada “Encontro”.

No curso oferecido pela escola e orientado pelo artista, propôs-se um trabalho de corpo que traz uma tentativa de apreensão da alteridade, um enxergar-se como o outro, ver-se o outro em si. Ainda na atmosfera do aniversário de 100 anos que a Semana de Arte Moderna completará ano que vem, o curso trabalhou a partir de uma perspectiva modernista que é a antropofagia, e trouxe práticas de consciência corporal, exploração do movimento, respiração e concentração, entre outras questões da técnica da dança contemporânea, sempre considerando seu público-alvo.

Marcos também lançou em junho desse semestre o documentário O Artista e a Força do Pensamento, vencedor do prêmio de melhor filme de longa metragem na 6ª Edição do Festival Internacional de Cinema de Santos. O filme tematiza a vida e obra do dançarino que sendo portador de coreoatetose (estado patológico manifestado a partir de movimentos involuntários, intermitentes e irregulares da face e dos membros), utiliza a deficiência como referência de estudo para a construção de sua linguagem artística corporal. O artista é o primeiro coreógrafo brasileiro com paralisia cerebral a desenvolver uma pesquisa sobre dança contemporânea.

Ele atuou na Cia. FAR 15, nos espetáculos Senhor dos Anjos, Jardim de Tântalo e Metamorfose, de Franz Kafka, dirigidos e coreografados por Sandro Borelli, e também em outras peças como o Trem Fantasma, uma adaptação da obra Navio Fantasma, de Wagner e na ópera teatralizada Vida e Obra de Joana D’Arc, no Deutsche Open Be​​rlin, dirigida pelo importante e respeitado Christoph Schligensielf.

A produção explora a rotina do artista, sua dinâmica familiar e suas performances no palco, além de apresentar trechos de sua participação em obras como Corpo Sobre Tela, Forma de Ver, Avessos, O Grito e O Canto dos Malditos, assim como trechos de suas apresentações internacionais em Berlin, Madri, La Paz, Bogotá e Assunção.

“O Artista e a Força do Pensamento reflete a relação entre equilíbrio e desequilíbrio dentro da parcialidade de movimento do dançarino Marcos Abranches. Ele oscila o corpo para despertar do vazio e isolamento causado pelo desequilíbrio. A falta de estética do movimento é sentida pelo abandono e pela rejeição, entendendo que o alívio está no amparo do amor. Investigando movimento do corpo um mundo sem angústia, sem dores, sem desespero. Busca a vida. Encontra na dança o equilíbrio do corpo e o belo da alma.”, explica o diretor Elder Fraga. Confira o trailer:

 

O experimento do Curso Online Corpos Dançantes Modernistas: Dança como Consciência do Outro será exibido às 17h, via Zoom, acesso por este link.

O documentário O Artista e a Força do Pensamento completo está disponível no Youtube.

 




Posts Archives

Marcos Abranches promove exposição artística nesta quarta-feira, 06, e lança documentário O Artista e a Força do Pensamento

Posted on

O coreógrafo e dançarino Marcos Abranches convida a todos para a apreciação de uma exposição que será realizada nesta quarta-feira, 06, pelos participantes da…

Read more