Teatro e negritude: 20 livros que você precisa ler

Livro ‘O que É Lugar de Fala?”, de Djamila Ribeiro, está no topo de empréstimos deste ano. Foto: Internet.

Entre os 7 mil livros de seu acervo físico, a Biblioteca da SP Escola de Teatro conta com uma seleção especial dedicada aos estudos da cultura negra. Esse catálogo “menos eurocêntrico” e “mais representativo, com referências que pensam a arte a partir de perspectivas não brancas”, explica o bibliotecário Ueliton Alves, está disponível para consulta e empréstimo aos estudantes da Instituição e também ao público em geral.

>> Conheça o acervo da Biblioteca da SP Escola de Teatro e veja como fazer empréstimos

Neste Mês da Consciência Negra, listamos 20 livros da nossa biblioteca e que estão entre os destaques deste acervo especial – incluindo “O que É Lugar de Fala?”, da filósofa Djamila Ribeiro, o mais emprestado desde o início do ano. Na lista de 10 empréstimos frequentes estão, ainda, outros quatro ligados à temática de negritude: “Quarto de Despejo: Diário de uma favelada”, da escritora Carolina Maria de Jesus; “Genocídio do Negro Brasileiro: Processo de um Racismo Mascarado”, do ativista e dramaturgo Abdias do Nascimento; e “Na Minha Pele”, do ator Lázaro Ramos.

Confira a lista de indicações, feita pelo bibliotecário Ueliton Alves:

  • “Bantos, Malês e Identidade Negra”, de Nei Lopes
  • “A invenção do Ser Negro: Um Percurso das Ideais que Naturalizaram”, de Gislene Aparecida dos Santos.
  • “O Negro Brasileiro e o Cinema” de João Carlos Rodrigues
  • “Teatro Hip-Hop: A Performance Poética do Ator-MC, de Roberta Estrela D’alva
  • “A Cena em Sombras”, de Leda Maria Martins
  • “A negação do Brasil: O Negro na Telenovela Brasileira”, de Joel Zito
  • “Mulheres, Raça e Classe”, de Angela Davis
  • “Genocídio do Negro Brasileiro: Processo de um Racismo Mascarado”, de Abdias do Nascimento
  • “Crítica de Razão Negra”, Achille Mbembe
  • “Na Minha Pele”, de Lázaro Ramos
  • “O que É Lugar de Fala?”, de – Djamila Ribeiro
  • “O Teatro do Bando: Negro, Baiano e Popular”, de Marcos Uzel
  • “Dramaturgia do Front”, de Dione Carlos
  • “O Teatro Negro em Perspectiva: Dramaturgia e Cena Negra no Brasil e em Cuba”, de Marcos Antônio Alexandre
  • “Vaga Carne”, de Grace Passô
  • “Dois Nós na Noite”, de Cuti
  • “Um Defeito de Cor”, de Ana Maria Gonçalves.
  • Racismo, Sexismo e Desigualdade no Brasil”, de Sueli Carneiro
  • “Americanah”, de Chimamanda Ngozi Adichie
  • “Vozes Guardadas”, de Elisa Lucinda



Posts Archives

Teatro e negritude: 20 livros que você precisa ler

Posted on

Entre os 7 mil livros de seu acervo físico, a Biblioteca da SP Escola de Teatro conta com uma seleção especial dedicada aos estudos…

Read more

Bibliotecário Ueliton Alves encontrou realização profissional e militância junto aos livros

Posted on

No Dia do Bibliotecário, comemorado em 12 de março, conheça Ueliton Alves, colaborador da SP Escola de Teatro. MATEUS ARAÚJO O acaso fez o…

Read more