Música de Fronteira faz live com Miguel Arcanjo, Ian Ramil e Laz Añez no Sesc 24 de Maio

Miguel Arcanjo, Ian Ramil e Laz Añez/ Foto: Divulgação

Na sexta-feira (13/08), às 19h30, Miguel Arcanjo Prado, jornalista, crítico e coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, comanda o último dia do evento Música Sem Fronteiras: Novas vozes em realização da Mapa Produtora em parceria com o Sesc 24 de Maio.

O jornalista recebe as cantoras colombianas Juanita e Valentina Añez, que formam a dupla Las Añez, e o músico gaúcho Ian Ramil. O evento pode ser visto gratuitamente nos canais do Facebook e Youtube do Sesc 24 de Maio.

Arcanjo será responsável por conduzir um bate-papo sobre as carreiras dos artistas, além de provocar uma reflexão acerca do circuito cultural da música latino-americana, sobre produções artísticas de discos e shows, buscando apontar um novo panorama de criação e intercâmbio internacional entre artistas da nova geração na América Latina.

Ian Ramil foi vencedor do Grammy Latino de 2016 com o disco experimental Derivacivilização. Atualmente, o cantor brasileiro trabalha na produção do seu terceiro disco, previsto para sair ainda neste ano. Já a dupla colombiana Las Añez desenvolve um trabalho virtuoso com muita influência no folclore latino-americano, jazz e música eletrônica.

A primeira edição do Música Sem Fronteira aconteceu em 2019. Desde então, as últimas duas edições foram realizadas totalmente de forma digital, promovendo uma celebração entre a rica cultura latino-americana, na qual o Brasil é um grande contribuinte.

Jornalista formado pela UFMG, pós-graduado em Mídia Informação e Cultura pela ECA-USP e mestre em Artes pela UNESP, Miguel Arcanjo sempre busca aproximar as culturas hermanas da brasileira, apoiando eventos que promovem intercâmbios culturais e dando destaque em seu Blog do Arcanjo a profissionais latinos que atuam em São Paulo.

Para o jornalista, é muito importante um evento como o Música de Fronteira, que lança olhar sobre a cultura produzida em um continente tão rico e plural quanto a América Latina.

“Precisamos enxergar mais a música, o teatro e a cultura dos nossos países vizinhos; afinal, o Brasil é América Latina também e devemos nos orgulhar disso”, pontua Arcanjo, que em 2020 apresentou ao lado do ator argentino Juan Manuel Tellategui o Festival Mucho, também focado no intercâmbio cultural latino-americano.

 




Posts Archives

Música de Fronteira faz live com Miguel Arcanjo, Ian Ramil e Laz Añez no Sesc 24 de Maio

Posted on

Na sexta-feira (13/08), às 19h30, Miguel Arcanjo Prado, jornalista, crítico e coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, comanda…

Read more