Território Cultural: Estudantes da SP assistem espetáculo Desfazenda, que discute o silenciamento dos negros e o passado nazista brasileiro

No próximo sábado, 11, os estudantes da SP Escola de Teatro têm um encontro marcado com o elenco do espetáculo Desfazenda – Me enterrem fora desse lugar, do Coletivo O Bonde.

A peça faz parte da programação do Território Cultural, que é exclusivo aos estudantes do curso técnico. Logo após a apresentação acontece um bate-papo com os integrantes do coletivo.

Segunda montagem d’O Bonde, a peça-filme Desfazenda – Me enterrem fora desse lugar concentra sua ação na história dos personagens 12, 13, 23 e 40, pessoas pretas que quando crianças foram salvas da guerra por um padre branco, e vivem numa fazenda, cuidando das tarefas diárias, supervisionadas por Zero. O padre nunca sai da capela, a guerra nunca atingiu a fazenda, e sempre que os porquês são questionados, o sino soa e tudo volta a ser como antes (quase sempre). É a primeira direção da Roberta Estrela D’Alva fora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e a direção musical é da atriz, compositora e DJ Dani Nega.

Coletivo O Bonde

Fundado em 2017, O Bonde é um coletivo de teatro formado por artistas negros e periféricos, oriundos da Escola Livre de Teatro de Santo André. Tem como pesquisa de linguagem o teatro negro e suas diásporas contemporâneas que reverberam materialidades invisibilizadas, não vistas no fazer teatral; a investigação sobre o corpo negro periférico e a construção de um imaginário antirracista e potente a diversas formas de representatividade.

Ficha técnica

Direção: Roberta Estrela D’Alva | Dramaturgia: Lucas Moura | Direção Musical: Dani Nega | Elenco: Ailton Barros, Filipe Celestino, Jhonny Salaberg e Marina Esteves | Vozes Mãe e Criança: Grace Passô e Negra Rosa | Direção de Imagem e Montagem: Gabriela Miranda e Matheus Brant | Direção de Fotografia: Matheus Brant | Consultoria Artística: Daniel Lima | Som direto: Ruben Vals | Treinamento e desenho de spoken word: Roberta Estrela D’Alva | Produção Musical: Dani Nega | Músicas “Saci” e “Tocar o Gado”: Dani Nega e Lucas Moura | Figurino: Ailton Barros | Desenvolvimento de figurino: Leonardo Carvalho | Marcação de cor: Lucas Silva Campos e Samira França | Operação de câmera e Efeitos óticos: Isadora Brant | Design Gráfico: Tide Gugliano | Fotos: David Costa, Isadora Brant, José de Holanda e Tide Gugliano | Legendas: Francisco Grasso | Desenho de Luz: Matheus Brant | Operação de Luz: Gabriele Souza | Técnica de iluminação e traquitanas: Giovanna Kelly | Produção: Corpo Rastreado – Graci Fiori | Assessoria de Imprensa: Canal Aberto – Márcia Marques, Carol Zeferino e Daniele Valério | Realização: O Bonde | Dramaturgia livremente inspirada no filme “Menino 23: Infâncias Perdidas no Brasil” de Belisário Franca.

 




Posts Archives

Território Cultural: Estudantes da SP assistem espetáculo Desfazenda, que discute o silenciamento dos negros e o passado nazista brasileiro

Posted on

No próximo sábado, 11, os estudantes da SP Escola de Teatro têm um encontro marcado com o elenco do espetáculo Desfazenda – Me enterrem…

Read more