Espetáculos encerram temporada na Roosevelt neste fim de semana

Os espetáculos “Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã” e “Máquina Branca”, em cartaz na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro, encerram nesta semana a temporada de residência na Instituição. As montagens têm sessões entre sexta e segunda-feira (1º), em dois horários. Abaixo, confira a programação:

“Abre a Janela”

O espetáculo “Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã” narra a história de duas mulheres, Heloneida e Geni, que foram condenadas à prisão perpétua. De origens e crimes diferentes, se conheceram atrás das grades e tornaram-se amigas para sobreviverem. A desorientação delas em relação ao tempo e espaço é evidente. Reveem suas vidas interrompidas transitando entre a loucura e a razão. Estão presas numa cela de prisão, num manicômio, purgatório, inferno ou na mente delas?

Com humor e sensibilidade, o autor Antônio Bivar expõe o espírito do Brasil e os valores dos anos 60, inspirado pela linguagem do teatro do absurdo, pelo existencialismo e pela metateatralidade.

Onde: Sede Roosevelt. Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação
Quando: Sex., sáb. e seg., às 21h; dom., às 19h. De 14 de junho a 1º de julho
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Duração: 75 minutos
Quantidade de lugares: 60 lugares
Classificação: 14 anos

“Máquina Branca”

Espetáculo ‘Máquina Branca’, com texto de Ave Terrena. Foto: Divulgação.

O espetáculo apresenta a trajetória de uma mulher transexual professora desempregada que se hospeda na casa da irmã grávida no centro abandonado de São Paulo. O encontro entre as duas irmãs toma um rumo inesperado em um ambiente de disputas de poder, transfobia, racismo e opressão patriarcal.

Com dramaturgia de Ave Terrena – escritora com diversos trabalhos premiados na atualidade e professora da Escola Livre de Teatro de Santo André –, a peça parte do enredo de “Um Bonde chamado Desejo”, de Tennessee Williams, e da estrutura cênico-narrativa de “Hamlet-Máquina”, de Heiner Müller, para trazer à cena personagens que vivem a crise econômica e os conflitos do reconhecimento identitário em minorias políticas. Além disso, a dramaturgia apresenta trechos do “Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais”, publicado pela American Psychiatric Association em 2013.

Onde: Sede Roosevelt. Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação
Quando: Sex., sáb. e seg., às 21h; dom., às 19h. De 31 de maio a 1º de julho (Não haverá apresentação no dia 14 de Junho)
Quanto: R$ 20 e R$ 10 (meia)
Duração: 60 minutos
Quantidade de lugares: 60 lugares
Classificação: 14 anos




Posts Archives

Espetáculos encerram temporada na Roosevelt neste fim de semana

Posted on

Os espetáculos “Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã” e “Máquina Branca”, em cartaz na sede Roosevelt da SP…

Read more