EN | ES

SP Escola de Teatro divulga dramaturgos vencedores do Prêmio Solano Trindade 2023

Publicado em: 22/11/2023 | por: Guilherme Dearo

Livro "Eternizar em Escrita Preta", com dramaturgias premiadas em 2022 no Prêmio Solano Trindade: edição do Selo Lucias, da SP Escola de Teatro.

Livro “Eternizar em Escrita Preta”, com dramaturgias premiadas em 2022 no Prêmio Solano Trindade: edição do Selo Lucias, da SP Escola de Teatro. | Foto: Comunicação Adaap

A SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco divulgou hoje os três vencedores do Prêmio Solano Trindade 2023, premiação que chegou à sua quarta edição.

Iniciativa da área de Extensão Cultural e Projetos Especiais da Escola, o prêmio é uma homenagem a Solano Trindade e premia anualmente três dramaturgias inéditas de escritores negros, posteriormente publicados em livro.

Solano Trindade (1908-1974) foi arte-ativista das causas negras e criador do Teatro Popular Brasileiro (TPB), grupo formado por operários, domésticas e estudantes e que tinha como inspiração algumas das principais manifestações culturais do país.

Os vencedores do Prêmio Solano Trindade 2023 são: 

– Mariana Ozório Lacorte (Belo Horizonte), com o texto “estado de guerra: uma dramaturgia do fim do mundo”;

– Luciana Aline Aparecida Ribeiro Silva (São Paulo), com o texto “VINTE E TRÊS: [encruzilhada no tempo: cênico, da memória e da realidade]”;

– Djalma Ribeiro da Silva Júnior (São Paulo), com o texto “A Goteira”.

A comissão julgadora foi composta por Miguel Arcanjo Prado, coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da Escola, Denilson Tourinho (Ator e doutorando em Educação pela UFMG) e Viviane Pistache (Roteirista e doutora em Educação pela USP). O prêmio recebeu inscrições a partir de setembro, conforme edital publicado e divulgado

O anúncio dos vencedores aconteceu durante o lançamento do novo livro “Eternizar em Escrita Preta” na unidade Roosevelt da Escola, na noite de hoje (22), que trouxe as dramaturgias premiadas na edição de 2022.

Assim como os premiados de 2020, 2021 e 2022, Mariana, Luciana e Djalma terão seus textos publicados em livro em novembro de 2024, em edição do Selo Lucias, selo editorial da SP Escola de Teatro e ADAAP.

Leia o livro de 2023 aqui.

Outras edições do prêmio

Da primeira edição, em 2020 e com livro em 2021, resultou a publicação das três dramaturgias: “Guerras Urbanas”, de Camila de Oliveira Farias, do Rio de Janeiro; “Como Criar para um Corpo Negro sem Órgãos?”, de Lucas Moura, de São Paulo; e “Medeia Homem”, de Robinson Oliveira, do Rio Grande do Sul. Leia o livro.

Da segunda edição, de 2021 e com livro em 2022, resultou a publicação das três dramaturgias: “Atropelo”, de Amanda Carneiro (São Paulo/SP); “Limiar ou Primeiro Impulso que Algo Aconteça”, de Amanda Pessoa (Dourados/MS); e “Piscinas: um Estudo Sobre Águas”, de Mariana Ozório (Belo Horizonte/MG). Leia o livro.




Relacionadas:

Notícias | 23/ 04/ 2024

Cia Asfalto de Poesia estreia espetáculo de teatro adulto “Pequeno Circo das Atrapalhadas”

SAIBA MAIS

Notícias | 23/ 04/ 2024

Inscreva-se na oficina gratuita de atuação “Corpo e Identidade na Cena”

SAIBA MAIS

Notícias | 22/ 04/ 2024

Clã do Jabuti apresenta “Noite de Brinquedo no Terreiro de Yayá”

SAIBA MAIS