SP Escola de Teatro abre vaga para Auxiliar de Projetos

Publicado em: 24/03/2014

Até o dia 27 de março, a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco receberá currículos destinados a preencher uma vaga aberta para o cargo de Auxiliar de Projetos. As inscrições devem ser feitas online, pelo site da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), instituição que gere a Escola.

 

Para concorrer, é preciso ter ensino médio completo. As atividades desempenhadas pelo colaborador serão: auxílio no planejamento e execução de atividades propostas pelo Programa Kairós; acompanhamento das ações propostas, tais como: montagem e desmontagem das salas, solicitações e verificação de materiais, agendamento e logística de atividades, apoio técnico à coordenação.

 

Os requisitos são: experiência comprovada em produção de eventos artísticos; conhecimento do pacote office; conhecimentos em legislação de incentivo e políticas públicas do setor cultural; noções de inglês e/ou espanhol; e disponibilidade para eventuais viagens e acompanhamento de atividades nos fins de semana.

 

A seleção será realizada mediante análise de currículo e entrevista pessoal realizada pelo departamento administrativo da Associação. A entrevista poderá, a exclusivo critério da Adaap, contar com a participação dos profissionais responsáveis pela área onde as vagas estão disponíveis.

 

O resultado do processo seletivo será divulgado no mesmo site, a partir do dia 28 de março.

 

Saiba mais e inscreva-se no site da Adaap.

 

O Programa Kairós

 

O Programa Kairós é responsável pela efetivação de uma das principais características da SP Escola de Teatro, o seu olhar humanista sobre os sujeitos que a integram. Esse cuidado abrange não apenas os aprendizes, mas também os egressos por meio de ações de acompanhamento da trajetória profissional após formação. Partindo dessa visão, a sociabilidade é articulada sobre vetores educacionais sustentáveis.

 

O olhar humanista a que se propõe, ultrapassa a simples ideia de auxílio financeiro aos mais desfavorecidos economicamente. Uma das propostas é estabelecer articulaçõesentre a arte e a comunidade/sociedade, em processos que buscam uma concepção ampliada de arte com proposições críticas e criativas, ações que aproximem os aprendizes de sua função de artistas/cidadãos. Busca, também, processos colaborativos com outras organizações, na tentativa de diluir fronteiras entre a arte e o contexto da vida cotidiana.

 

Uma de suas principais ações é a concessão da bolsa-auxílio chamada Bolsa-Oportunidade. Além de conceder este benefício, o Programa Kairós promove ações como elaboração de projetos sociais e/ou culturais, estágio para os aprendizes da Escola, colocação profissional para aprendizes em formação e egressos, intercâmbios culturais – nacionais e internacionais –, e captação de recursos e/ou parcerias junto a órgãos públicos, ONGs, organismos internacionais e empresas privadas.