EN | ES

Shell Premia Artistas da SP Escola de Teatro

Publicado em: 16/03/2011

Em cerimônia realizada na noite da última terça-feira (15/03) foram revelados os nomes dos premiados na 23ª edição do Prêmio Shell de Teatro. Concorriam espetáculos que estrearam em São Paulo no ano passado. Criado em 1989, o Prêmio é um dos mais tradicionais da cena teatral brasileira.

Dentre os indicados estavam nomes como o de Rodolfo García Vázquez, coordenador do curso de Direção, da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, que concorria com o espetáculo “Roberto Zucco”, e Eduardo Tolentino de Araújo, por “12 Homens e Uma Sentença”.

Vázquez já foi indicado ao prêmio outras quatro vezes. A primeira, em 2003, por “Antígona”. Em seguida, em 2005, por “A Vida na Praça Roosevelt”, montagem pela qual levou o prêmio. Em 2006, por “Inocência” e, em 2009, por “Justine”.

E, em 2011, foi novamente vencedor do prêmio na categoria Direção. “A indicação pelo espetáculo se deve, especialmente, a dois quesitos, à pesquisa do teatro expandido e, acredito, à exploração do espaço cênico”, ressalta o diretor.

Já na categoria atriz, Bete Dorgam, formadora do curso de Humor, que concorria com Bel Kowarick, por “Dueto Para Um”, foi premiada por sua atuação na peça “Casting”.

A 23ª edição do Prêmio teve a atriz e diretora Maria Alice Vergueiro como homenageada. Os vencedores, além de uma escultura de metal inspirada no logotipo da Shell, receberam R$ 8mil reais como premiação individual.

Veja, abaixo, a lista completa de premiados:

Música: Fernanda Maia por “Lamartine Babo”

Iluminação: Caetano Vilela por “Dueto Para Um”

Figurino: Theodoro Cochrane por “Escuro”

Cenografia: Marisa Bentivegna e Lenardo Moreira por “Escuro”

Especial: Grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica das Artes pela pesquisa e criação de “A Saga do Menino Diamante – Uma Ópera Periférica”

Direção: Rodolfo García Vázquez por “Roberto Zucco”

Autor: Leonardo Moreira por “Escuro”

Ator: Luciano Chirolli por “As Três Velhas”

Atriz: Bete Dorgam por “Casting”