Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Selo Lucias: “Lucia Camargo é a síntese do Teatro e Movimento”, diz Margarete Lara

Publicado em: 17/02/2021

No aniversário de 456 anos da cidade de São Paulo, a SP Escola de Teatro, que comemora 10 anos de existência, lançou o livro “Teatro em Grupo na cidade de São Paulo e na Grande São Paulo’ e também o selo “Lucias”. Selo que homenageia Lucia Camargo, uma das maiores mulheres da cultura brasileira.

Lucia Camargo era gestora cultural, professora, jornalista, crítica e coordenou o setor de Extensão Cultural e Projetos Especiais na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. Ela também foi diretora de importantes instituições culturais brasileiras, como Teatro Guaíra, em Curitiba, onde foi ainda secretária municipal e estadual de Cultura do Paraná; e o Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Além disso, foi secretária-adjunta de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e a primeira e única mulher na história a dirigir o Theatro Municipal de São Paulo.

No depoimento de hoje, 17 de fevereiro, trazemos Margarete Lara, assistente técnica de Extensão Cultural e Projetos Especiais na SP Escola de Teatro, além de secretária e grande confidente de Lucia .

“O nome Lucia Camargo é a síntese do Teatro em Movimento. Apaixonada pelas artes, brilhante gestora e pessoa incrivelmente generosa. Era assim que eu definia a Lu, como a chamava carinhosamente.

Nos conhecemos em maio de 2011 durante minha entrevista para o cargo de secretária dela na SP Escola de Teatro. Fui aprovada no processo e, no primeiro dia de trabalho, me convidou para um café, daí, nasceu uma grande e linda amizade. Foram muitos almoços, festas, eventos e confidências.

Em nosso bate-papo quase diário, falávamos, principalmente, sobre nossas duas paixões: a culinária e o jornalismo. Com ela conheci maestros, cantores de ópera, bailarinos e atores como Marcos Caruso, Cristina Mutarelli e Maitê Proença. Descanse em paz Lu e vida longa ao selo Lucias!




Relacionadas:

Notícias | 05/ 08/ 2022

Fábio Flopes e Felipe Tchaça, artistas egressos da SP, divulgam peça Bixa Pare ou Ser Tão de Mim, na Oficina Cultural Oswald de Andrade

SAIBA MAIS

Notícias | 05/ 08/ 2022

Agenda Cultural: As melhores dicas para o seu fim de semana!

SAIBA MAIS

Notícias | 05/ 08/ 2022

Nota de pesar: morre Jô Soares aos 84 anos

SAIBA MAIS