Reescrevendo a História da Dramaturgia

Publicado em: 28/06/2011

Você está em dúvida sobre qual área do teatro quer seguir? Um dos Cursos Regulares da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco que já estão com as inscrições abertas para o segundo semestre é o de Dramaturgia, com cinco vagas, sendo uma para o período matutino e outras quatro para o vespertino.

 

A coordenadora do curso, Marici Salomão, comenta sobre o perfil do aprendiz que ela espera. “Ele tem que estar aberto a girar o centro de gravidade dos cânones tradicionais do teatro. Precisa querer investigar a vida como fenômeno social, coletivo, individual e público.”

 

Ter um olhar em perspectiva. É isso que a coordenadora espera de seus futuros aprendizes. Para isso, ressalta a importância de que eles consigam “enxergar o mundo de uma forma diferente, não a forma imposta pelos meios de comunicação, pela família ou pela sociedade. Essa capacidade de apreender e compreender o mundo de maneira distinta pode ser percebida nas habilidades específicas, por exemplo, em exercícios escritos”.

 

Segundo ela, um bom português também é imprescindível. Mas não basta apenas saber escrever. “O autor não é aquele que só escreve, mas o que pensa, o que tem uma opinião sobre o mundo, aquele que quer alterar sua realidade.”

 

A SP Escola de Teatro fornece uma ótima base para isso. Marici destaca que o curso não tem similar no Brasil, sendo o único que forma tecnicamente novos dramaturgos. “Existem workshops, cursos livres, mas nenhum como esse, que tem duração de dois anos. O curso procura equilibrar teoria, técnica e prática, oferecendo uma formação mais ampla.”

 

Para fazer parte desse aprendizado basta se inscrever na secretaria da Escola e passar pelo processo seletivo e, quem sabe, provoca Marici, você não pode ser um dos responsáveis pela “legitimação de uma nova história da dramaturgia no País” ?