Projeto Transvisão da SP Escola de Teatro celebra as parcerias em 2020

Publicado em: 17/12/2020

Márcia Dailyn na SP Escola de Teatro. Crédito da foto: Divulgação

O Projeto Transvisão da SP Escola de Teatro preparou um mimo neste fim de ano para celebrar os principais parceiros ao longo de 2020: uma caneca com o logo do prêmio.

Para Elen Londero, coordenadora da SP Escola de Teatro e responsável pelo projeto, a ação é uma forma de valorizar os laços entre quem colaborou com as lives nas noites de quinta e a Escola: “O SPTransvisão tem sido ao longo de todas as edições uma ação fundamental onde podemos abraçar a diversidade e promover discussões com diversos coletivos, profissionais e instituições parceiras comprometidas não só com a visibilidade trans mas com a promoção efetiva de acessos à pessoas em situação de vulnerabilidade. Sendo a instituição contemplada com o Selo da Diversidade,  durante a pandemia vimos a necessidade de ampliar as ações por meio de lives pelas redes sociais em que o protagonismo foi de todas nossas colaboradoras”, comentou.

Para a atriz e bailarina transexual Márcia Dailyn, assistente de produção e apresentadora das lives do projeto, a ação é um marco na representatividade trans: “Estou muito emocionada e feliz em fazer parte desse lindo projeto, que é o SPTransvisão. Eu o amo demais e acredito que ele agrega valores e conquistas para dar força e voz a liberdade de expressão a visibilidade trans”.

SELO DIVERSIDADE

Em novembro de 2019, a Adaap, organização social que gere a SP Escola de Teatro, recebeu o “Selo da Diversidade 2020”, concedido pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania na categoria LGBTI. O título se deve ao projeto “Programa de Empregabilidade de Trans e Travestis” e ao evento anual “SP Transvisão: Semana de Visibilidade Trans”, ambos desenvolvidos pela associação.

Lançada em 2013, em uma iniciativa inédita, a SP TransVisão – Semana da Visibilidade Trans reúne debates, exposição, filme, teatro e performances. O evento é promovido pela SP Escola de Teatro, em parceria com o poder público e grupos e entidades de luta pelos direitos humanos.

Desde o início da SP Escola de Teatro, as vagas da recepção foram destinadas exclusivamente a travestis e transsexuais.

As colaboradoras fazem muito pela Escola, somos muito gratos a elas. Eu acredito que o problema da inserção de travestis e trans no mercado de trabalho é um problema humano. Ao longo desses anos, ouvimos belas histórias, mas eu já vi e ouvi outras bem tristes, por isso é importante que todos e todas se comprometam com essa luta”, afirma Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro.

LIVE TRANSVISÃO

A Live SP Transvisão desta quinta-feira, 17, recebe Bianca Mahafe e Raphaela Finin em um papo sobre a Visibilidade Trans e a luta pela vida e cidadania das pessoas trans.

Bianca é atriz, influenciadora digital e educadora social. Raphaela é assistente social e atua em projetos de prevenção ao HIV com a população de travestis e transexuais e é integrante do comitê de saúde integral LGBT de São Paulo

O papo começa às 19h! Assista em youtube.com/spescoladeteatro ou em facebook.com/spescoladeteatro.




Relacionadas:

Notícias | 22/ 10/ 2021

Agenda Cultural: as melhores dicas para seu fim de semana!

SAIBA MAIS

Notícias | 22/ 10/ 2021

Carolyn Ferreira e Cristiano Carvalho, artistas egressos da SP, estreiam divertido show de mágicas no Clube Barbixas

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 10/ 2021

Thais Neres, estudante de humor da SP, estreia comédia cheia de mistérios neste final de semana

SAIBA MAIS