Projeto do Teatro de Narradores leva ao palco textos de aprendizes egressos da SP Escola de Teatro

Publicado em: 09/06/2014

O Teatro de Narradores apresenta, neste mês, o projeto Cenas Insurgentes, ação que visa à associação com diversos artistas e coletivos. No primeiro módulo, a parceria se dá com o Coletivo de Dramaturgos, formado por aprendizes egressos do curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, coordenado por Marici Salomão.

 

A mostra promove a estreia de quatro dramaturgos, que trabalham com jovens diretores e atores, em processo orientado pelo dramaturgo e diretor do grupo, José Fernando de Azevedo, durante atividades formativas na Escola. As peças ficam em cartaz de 13 a 22 de junho em diferentes espaços teatrais da cidade, todas com entrada gratuita.

 

O primeiro espetáculo será “Vende-se”, de Marco Keppler, apresentado no Teatro Leopoldo Fróes. A questão que move o texto é: Desfazer-se de um bem é desfazer-se de memórias? Um imóvel é posto a venda e nesse processo lembranças são ressuscitadas. As recordações que vêm à tona reacendem um fervilhão de emoções de pessoas que um dia já estiveram ali, revelando o real motivo da venda. Com direção de Victor Ribeiro, no elenco estão Carol Rodrigues, Herácliton Caleb e Lauanda Varone.

 

Em “Nomes, verbos e objetos”, de Jairo Alves, um homem desempregado se envolve em situações que desvelam o fino tecido das relações sociais. Sob direção de Eder Bastos, os atores Juliana Ostini, Débora Ribeiro, Tom Paranhos sobem ao palco do Teatro Alfredo Mesquita.

 

O terceiro texto é “Restos”, de Mariana Menezes, montado no Teatro Cacilda Becker com direção de Vane. Já não há mais as figuras familiares, senão suas ausências materializadas em imagens e documentos que restam. Quando se propõe a reconstituir as experiências dessa família, sob o ponto de vista da voz sobrevivente que catalisa sensivelmente suas histórias, o processo de identidade, aos poucos, se torna insustentável. No elenco, Luan Afonso e Tamiris Maróstica.

 

“Habeas Porcus”, de Lucas Venturin, fecha o módulo com sessões no Teatro Zanoni Ferrite. Quase 50 anos depois, a vida segue pacata na atual residência de Sérgio, uma fazenda de porcos. Ele tem agora apenas a companhia de sua esposa Maria e do capataz, Carlos. Tudo corre bem e tranquilo até que, com o embaralhar de uma mente de idade avançada, as décadas, os rostos e os “corpus” se confundem… Pode um torturador ficar traumatizado com seus próprios atos? Direção de Jonas Mendes e atuação de Cristiano Alfer, Cristina Santos e Rodrigo Mazzoni.

 

 

 

Fichas técnicas

 

“Vende-se”, de Marco Keppler

Texto: Marco Keppler

Direção: Victor Ribeiro 

Elenco: Carol Rodrigues, Herácliton Caleb e Lauanda Varone

Luz: Rodrigo Campos

Trilha sonora: Renato Navarro 

Figurino: Maria Isabela

 

“Nomes, verbos e objetos”, de Jairo Alves

Texto: Jairo Alves

Direção: Eder Bastos

Atores: Juliana Ostini, Débora Ribeiro, Tom Paranhos

Iluminação: Marina Azzalin

Sonoplastia: Carlos Ronchi

Cenografia: Caetano Della Santina

 

“Restos”, de Mariana Menezes

Texto: Mariana Menezes

Direção: Vane

Elenco: Luan Afonso e Tamiris Maróstica

Composição sonora: Duo Raíza Ganzá

 

“Habeas Porcus”, de Lucas Venturin

Texto: Lucas Venturin

Direção: Jonas Mendes

Elenco: Cristiano Alfer, Cristina Santos e Rodrigo Mazzoni

Desenho de som: Gustavo Macedo

Iluminação: Deni Guimarães e Matheus Macedo

Cenotecnia: Caio Hirabara

Figurino: Valença Keity

 

 

Serviço

“Vende-se”

Quando: Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h (de 13/6 a 22/6)

Onde: Teatro Leopoldo Fróes 

Rua Antonio Bandeira, 114 – Santo Amaro

Grátis

 

“Nomes, verbos e objetos”

Quando: Sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 19h (de 13/6 a 22/6)

Teatro Alfredo Mesquita

Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana

Grátis

 

“Restos”

Quando: Sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 19h (de 13/6 a 22/6)

Onde: Teatro Cacilda Becker

Rua Tito, 295 – Lapa

Grátis

 

“Habeas Corpus”

Quando: Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h (de 13/6 a 22/6)

Onde: Teatro Zanoni Ferrite

Av. Renata, 163 – Vila Formosa

Grátis

 

* Os ingressos serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, na bilheteria dos teatros onde acontecerão as apresentações