Processos para um Novo Elenco

Publicado em: 01/12/2010

Novos semblantes, cadeiras espalhadas pelos corredores, olhares atentos, leituras em frente ao espelho, pessoas se alongando, amigas costurando figurinos e muita ansiedade marcaram o início da 2ª fase do processo seletivo 2011 para os Cursos Regulares da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, nesta terça-feira (30).
 

Divididas em 5 salas na sede provisória da Escola, as primeiras bancas realizadas foram as dos cursos de Atuação, Cenografia e Figurino, Direção e Sonoplastia, compostas pelos coordenadores e formadores, além de artistas convidados.
 

As entrevistas eram individuais e dava para sentir, de longe, a expectativa e inquietação dos candidatos que aguardavam a sua vez. Alguns aproveitavam o tempo para fazer novos amigos, outros, ensimesmados, buscavam se concentrar, respirando fundo e lentamente. Benedito Ferreira, candidato ao curso de Cenografia e Figurino, chegou duas horas antes do início das bancas. “Sempre chego antecipado nos lugares, é bom para conhecer o espaço, já fui até o ateliê de figurino e conheci novas pessoas”, explica.
 

Ferreira é formado em Audiovisual pela Universidade Estadual de Góias e mudou-se para São Paulo há um ano. “Quero estudar teatro, pois esse é um tipo de arte que não precisa ser mediada por máquinas; basta público, artistas e espaço para acontecer. Isso me encanta desde a infância. E estudar e aprender tudo isso com o cenógrafo J.C. Serroni, para mim, é um sonho”, revela.
 

Mariana de Luna Cury, enquanto aguarda a sua entrevista com Rodolfo García Vázquez e Ivam Delmanto, chama a atenção, pois figura entre as poucas mulheres candidatas ao curso de Direção.“Estudo o último ano de teatro na Anhembi Morumbi e descobri que prefiro dirigir a atuar. Escolhi fazer o curso na SP Escola de Teatro porque ouvi falar muito bem dele e existem poucas ofertas de cursos desse tipo no Brasil”, comenta.
 

Sentado em meio a atores que se preparavam para as microcenas, o músico e compositor Artur Escobar comenta que se candidatou ao curso de Sonoplastia pois essa é uma nova área de conhecimento para ele. “A música e o teatro unidos fornecem instrumentos muito favoráveis para a comunicação e o contato com pessoas”, diz.
 

“A SP Escola de Teatro tem docentes muito capacitados e conceituados, além de ser gratuita. Além de uma Escola, é um complexo que engrandece artistas e a cidade”, diz Daniele Aoki, candidata ao curso de Atuação, enquanto uma amiga se entrelaça entre linhas e agulhas para costurar seu figurino para a apresentação de uma microcena. “Sempre quis fazer teatro e, agora que estou terminando minha faculdade de jornalismo, posso, com o aval de meus pais, seguir esse sonho”, confessa.
 

As provas específicas e de aptidão para os selecionados da 2ª fase processo seletivo 2011 continuam até sexta-feira (3), e serão realizadas entre 14h e 19h, na sede provisória da SP Escola de Teatro, localizada na Av. Rangel Pestana, 2.401, Brás, São Paulo/SP, a alguns quarteirões das estações Brás e Bresser-Mooca do Metrô. 
 

Se você é candidato, confira aqui a tabela com horário e sala das provas.