Por uma Formação Crítica

Publicado em: 09/02/2011

Dentre os grandes nomes que irão ministrar os 13 cursos da Difusão Cultural, oferecidos pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco no primeiro semestre de 2011, estão o Mestre em Teatro Alexandre Mate. Ele, que tratará, em dois módulos, dos movimentos Simbolista e Realista, vê nos cursos a oportunidade de socialização do conhecimento entre orientador e participantes.
 

Para Mate, compartilhar informações contribui para o aprendizado. “Sou professor, portanto, encanta-me essa relação de troca, sobretudo em cursos muito rápidos.”
 

Os cursos cumprem não só o papel de formação profissional, mas, também, de consciência dos participantes. “Em tempos de espetacularização, ter noção do que se faz e porque o faz é motivo de júbilo”, diz o orientador.
 

Para ele, é necessário que os participantes tornem-se críticos para que não sejam manipulados. “O mundo de hoje é excludente, altamente competitivo e que exige respostas imediatas. Fazer o curso significa atualizar-se e poder atuar de modo mais orgânico e crítico”, destaca Mate.
 

Com alguns projetos para 2011, ele se diz feliz em fazer parte da SP Escola de Teatro. “A Escola está repleta de gente que respeito. Preciso, vez ou outra, juntar-me aos bons. Por isso, estou chegando”, finaliza.
 

O curso “Uma Viagem Teatral por entre as Tentativas do Ilusionismo Absoluto e a Alusão à Realidade: Enigmas a Serem Decifrados”, divididos entre os módulos “O Realismo como Primado de uma Classe, ou o Ilusionismo ao Paroxismo” e “O Movimento Simbolista e a Retomada da Reteatralização do Teatro” serão realizadas às segundas-feiras, das 14h às 17h.
 

O primeiro módulo se inicia no dia 16 de março e termina no dia 04 de maio. O segundo começa no dia 23 de maio e se encerra em 11 de julho.