Pombas Urbanas comemora 25 anos com programação extensa

Publicado em: 09/10/2014

O Instituto Pombas Urbanas completa, neste mês, 25 anos de existência. Para celebrar essa longa história, o grupo oferece uma vasta programação gratuita, com teatro, circo e dança.

 

No dia 15, eles apresentam o mais novo trabalho do grupo, o espetáculo de rua “Era uma vez um rei”. Nesse dia, serão duas sessões, ambas na Fábrica de Cultura Capão Redondo (R. Algard, 82 – Conjunto Habitacional Jardim São Bento), uma às 10h e outra às 15h. 

 

Depois, nos dias 16, 17, 18 e 19, a montagem também se apresenta em várias cidades, pelo Circuito Cultural Paulista. Confira a programação.

 

Fechando outubro, no dia 30, data de aniversário do Grupo, tem início, na sede do coletivo (Av. dos Metalúrgicos, 2100 – Cidade Tiradentes), uma exposição fotográfica com os momentos mais marcantes da trajetória. Nesse mesmo dia, às 20h, também haverá uma apresentação de “Era uma vez um rei”, seguida de uma grande festa.

 

“Era uma vez um rei”

Com texto de Oscar Castro e dedicada a Lino Rojas, dramaturgo peruano radicado em São Paulo, a montagem mostra a vida de três catadores de papelão, ferro e garrafas que se revezam na condução de seu carrinho. O trabalho vai se transformando numa brincadeira em que, a cada nova semana, um deles se torna rei, depois presidente e, finalmente, ditador.

 

Cada vez mais envolvidos no jogo, que também ganha intensidade, os catadores se afastam da realidade e entram num universo de fantasia em que o poder e a riqueza são tratados de forma lúdica. Abandonando seus escrúpulos, eles não poupam esforços para dominar e manterem-se no poder.

 

Temas atuais como os 30 anos das “Diretas Já” e os 50 anos do Golpe Militar permeiam o espetáculo.

 

Para mais informações, acesse o site do coletivo.

 

Pombas Urbanas

Neste mês, o Instituto Pombas Urbanas completa 25 anos de existência como uma das experiências de teatro comunitário que mais têm realizado intercâmbios na América Latina, integrando a Rede Latinoamericana de Teatro em Comunidade. 

 

Há 10 anos, os artistas se instalaram no bairro Cidade Tiradentes, transformando um antigo supermercado abandonado em sua sede. Foi ali, das ruínas, que surgiu o do Centro Cultural Arte em Construção. Ao longo destes anos, o espaço tem promovido um amplo acesso aos bens culturais por meio de cursos de formação artística, espetáculos, saraus, shows, eventos e festivais.