Poesia ao Vento

Publicado em: 03/05/2011

Aprendizes de diferentes cursos recitam belas palavras às pessoas que passam pela Avenida Rangel Pestana na hora do almoço. A ação integra o projeto Poesias no Brás, do Programa Kairós, que consiste em formar grupos para fazer uma interferência na região do Brás através de leitura ou dramatização.

 

Às 13h em ponto, o primeiro grupo começa a atividade. Os aprendizes do curso de Humor recitam a música “Comida”, da banda Titãs. Nadja Fernandes, Danila Gonçalves, Bruno Sperança e Bárbara Martins se posicionam em frente ao restaurante Bom Prato, vestidos de palhaço, e declamam, de forma cômica, a letra. Entre uma palavra e outra, os atores interagem com os clientes do estabelecimento, fazendo perguntas e brincadeiras.

 

Logo em seguida, outro grupo faz sua apresentação. Thiago Dias e Gustavo Guimarães, do curso de Humor, se caracterizam e vão para a avenida encenar. Enquanto Dias e Guimarães jogam amarelinha e dançam ao som da música “Titanic”, reproduzida por um megafone, a aprendiz de Iluminação, Isadora Ribeiro, e o aprendiz de Sonoplastia, Márcio Renato, recitam a poesia “No Meio do Caminho”, de Carlos Drummond de Andrade. 

 

As performances não param por aí. No dia seguinte, outro grupo se prepara, embaixo de chuva, para caminhar até o Largo da Concórdia. A aprendiz de Iluminação, Luana Belem, vestida de branco, guia a turma até o seu destino. Fagner Saraiva e Giba Freitas, ambos do curso de Humor, cobrem seus rostos com máscaras e véus brancos e seguem declamando, novamente pelo megafone, a poesia “Canção da Moça-Fantasma de Belo Horizonte”, também de Drummond.