Pequenos Palhaços: Em Cada Obstáculo um Novo Sorriso

Publicado em: 20/08/2010

“Socorro! Agora tenho que escrever a peça!”, essa é a exclamação de Paulo Rocco, aprendiz do Curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, logo após se inscrever, com apenas uma ideia na cabeça, para o 2º Festival da Cidade de São Paulo.

 

O convite veio do amigo Luiz Felipe Petuxo. “Vamos unir nossas forças e entrar no Festival da Cidade de São Paulo com uma peça infantil?”, perguntou o colega a Rocco no Stúdio Beto Silveira, onde são professores. Petuxo já ganhara um prêmio com a montagem do texto “A Bruxinha Que Era Boa” de Maria Clara Machado mas, para Rocco, essa era uma atitude nova e um pouco alucinada.

 

Os colegas inscreveram a ideia (vejam bem, somente a ideia) de um infantil no Festival e foram selecionados para concorrer ao prêmio. Assim, iniciaram a criação de um espetáculo baseado no texto “Palhaços”, de Timochenko Wehbi. “Vimos uma apresentação feita por Dagoberto Feliz e Danilo Grangheia que nos tocou muito, peguei o texto original e comecei a fazer uma versão infantil, tentando romper a forma dramática tradicional para potencializar o conteúdo da peça”, explica Rocco.

 

O texto foi o ponto de partida para a criação do espetáculo que recebeu o nome de “Pequenos Palhaços”. Três personagens fazem parte do enredo e abrem uma interação maior com a plateia, atribuindo imagens mais concretas para uma assimilação maior com a garotada.

 

“Como a criança não vai sozinha ao teatro, pensamos que os pais também precisam se divertir nessa experiência artística. Creio que conseguimos chegar ao coração tanto dos pais quanto dos filhos”, comenta Rocco.

 

Segundo ele, a temática das aulas de Marici Salomão e de Rogério Toscano na SP Escola de Teatro deram outro rumo à sua criação. “Sou formado em filosofia e escrevo para teatro desde 2005, participei de festivais importantes com meus textos e sempre pensei que teatro fosse conteúdo. As aulas da SP Escola de Teatro mudaram completamente a minha visão a respeito disso, entendi que conteúdo e forma precisam estar em harmonia”, conclui. 

 

“Pequenos Palhaços” ficou pronta e se tornou uma obra divertida e emocionante que conta a história de Caculé, um menino que vive no circo sob o comando de um patrão ranzinza e mandão. Certo dia, Caculé recebe a visita de Malvino, garoto apaixonado que sonha ser artista, porém tem medo que seu pai não aceite seu ingresso no universo circense. Quer saber o fim dessa história?  A peça entra em cartaz no Teatro Bibi Ferreira a partir de 28 de agosto.

 

Em tempo, o espetáculo foi contemplado com 9 prêmios no 2° Festival de Teatro da Cidade de São Paulo: Espetáculo, Texto e Ator Coadjuvante (Paulinho Rocco), Ator (Vitor Faria), Direção, Figurino, Luz, Cenografia (Luiz Felipe Petuxo) e Produção (Daniele San Martin).

 

Serviço:
“Pequenos Palhaços”
Diretor: Luiz Felipe Petuxo
Texto: Paulinho Rocco
Elenco: Vitor Faria, Rodolfo Valente, Paulinho Rocco e Daniel San Martin
Data: Sábados e Domingos
Horário: 15h30
Local: Teatro Bibi Ferreira
Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931 | Bela Vista São Paulo – SP