O Trio da Luz

Publicado em: 27/05/2011

O curso de Iluminação da SP Escola de Teatro conta com um trio pedagógico composto por iluminadores de duas nacionalidades diferentes que se reúnem em torno de um tema comum: a luz e seus efeitos no teatro e na arte como um todo.

 

Com coordenação de Guilherme Bonfanti e tendo as uruguaias Grissel Piguillem e Lucia Acuña como formadora e artista residente, respectivamente, o curso pretende formar técnicos com conhecimento abrangente. Autonomia, investigação, olhar crítico e trabalho em equipe são habilidades a ser desenvolvidas. O curso propõe unir a tecnologia e o artesanal, ressaltando a criatividade do aprendiz, além de dialogar com áreas importantes, como artes visuais, cinema e música.

 

Bonfanti tem mais de duas décadas de atuação internacional na área de designer de iluminação. Iniciou a carreira no espaço OFF e, desde então, trabalhou com diversos diretores, como Márcio Aurélio, Gabriel Villela e Miguel Falabella, e cenógrafos, entre eles J.C. Serroni, Gringo Cardia,  Hélio Eichbauer e Marcos Pedroso. Junto com Antônio Araújo, fundou o Teatro da Vertigem, do qual é membro atuante até hoje, tendo recebido grande parte de seus prêmios por trabalhos com o grupo. Desenhou, ainda, luz para óperas e atuou em dança com os principais coreógrafos do País. Tem, também, passagens de destaque pelas Bienais de São Paulo.

 

Em seu país natal, Grissel formou-se em Cenografia, Figurino e Iluminação no curso de Desenho Teatral e, também, em Desenho Gráfico/Comunicação Visual, ambas pela Escola Municipal de Arte Dramática (Emad). Seus trabalhos de iluminação mais notáveis são as exposições “29° Bienal de Arte de São Paulo” e “Rodin e Chagall”, além de espetáculos da Cia. de Teatro da Vertigem. Ainda no Uruguai, trabalhou com Hugo Millán e Paula Villalba nos principais teatros do país. No Brasil, atuou em parcerias em cenografia com Marisa Bentivegna e J. C. Serroni.

 

A artista residente Lucia Acuña, de 24 anos, fecha o trio. Igualmente formada pela Emad, em Montevideu, em Desenho e Realização de Figurino e Cenografia, e Desenho e Técnica de Iluminação. Alguns de seus trabalhos incluem a montagem e operação de luz do show de Patricia Bastos e Leci Brandão no Sesc Vila Mariana, assim como do espetáculo “Chuva Pasmada”, de Eduardo Okamoto e Grupo Matula Teatro. Destaque para a uma montagem de luz da Bienal de Arte de São Paulo em 2010. 

 

Lucia, que chegou ao Brasil no ano passado, conheceu Bonfanti através de Grissel. “Como ela era assistente do Guilherme e o acompanhava há algum tempo, me apresentou a ele”, diz ela, reforçando que trabalhou com o iluminador na Bienal, onde desempenhou o papel de técnica de iluminação.

 

Essa mistura entre experiência e juventude, segundo Lucia, pode trazer bons resultados para os aprendizes. “Por um lado, o Bonfanti traz uma bagagem tão grande que é muito inspiradora para os aprendizes. Eu, que sou mais jovem, também tenho alguma experiência e posso oferecer um outro ângulo.”