EN | ES

Newton Moreno Participa do Bate-Papo Online

Publicado em: 23/09/2010

Qual é a relevância dos espaços de ensino da dramaturgia no Brasil? Essa é a proposição para o bate-papo online com o premiado ator, autor, diretor e educador, Newton Moreno. O convidado mostra sua perspectiva sobre o tema, além de falar sobre suas referências e trazer dicas sobre a profissão de dramaturgo em uma conversa virtual no site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, na quinta-feira (23), às 16h.
 

Newton Moreno é bacharel em Artes Cênicas pela Unicamp (1995) e mestre, também, em Artes Cênicas pela USP, nasceu em 1968 em Recife, capital de Pernambuco. Ainda em sua cidade natal, cursou o CFA, curso técnico de formação de atores, ministrado por professores da Universidade Federal de Pernambuco.
 

Veio para a capital paulista em busca de trabalhar no ramo da hotelaria, mas decidiu retornar ao teatro, assim, do curso técnico, ele passou para o meio universitário e completou o bacharelado na Unicamp, onde conheceu muitos dos profissionais com os quais trabalha até hoje e despertou para a dramaturgia, escrevendo esquetes sobre diversidade sexual, outro viés temático que desenvolve.
 

A convite de Celso Curi, crítico, promotor teatral e criador do Guia Off, Moreno apresentou suas esquetes, reunidas sob o título “Deus Sabia de Tudo…”, em uma leitura dramática. Em 2001, esses textos ganharam montagem com os atores que mais tarde formariam o grupo “Os Fofos Encenam”. Logo em seguida, escreveu o espetáculo “Dentro”, para a Mostra de Dramaturgia Contemporânea do Sesi, assim como, o texto “Agreste”, dirigida por Márcio Aurélio, que laureou sua carreira.

Deslanchou e passou a escrever inúmeros textos em parceria e processo colaborativo como “Santa Luiza Passou Por Aqui com seu Cavalinho Comendo Capim”, em parceria com Antônio Rogério Toscano; “VemVai, O Caminho dos Mortos”, em processo colaborativo com a Cia. Livre; “Fronteiras”, em parceria com Alessandro Toller; “Ópera”, com o Coletivo Angu de Teatro. Assinou ainda “As Centenárias”, “Assombrações do Recife Velho”, “A Refeição”, “Dentro & A Cicatriz é a Flor”, “Ferro em Brasa”, “Projeto ZAPAD”, “The Célio Cruz Show” e o inédito “Jacinta”.

Moreno também atuou nos espetáculos “A Mulher do Trem”, de M. Hennequin e G. Mitchell, com direção Fernando Neves; “A Arte da Comédia”, de Eduardo de Felippo, dirigido por Márcio Aurélio; “Deus Sabia de Tudo…”, com sua própria direção,; “Primeiras Estórias”, de Guimarães Rosa e direção João das Neves, entre outros.

O autor diz reconhecer que cena teatral nordestina, principalmente no Recife e em Salvador, são muito fortes. Admira a Cia. Clowns de Shakespeare, sediada em Natal, e o Coletivo Angu de Teatro com sede em Recife, assim como os dramaturgos Luiz Felipe Botelho, Marcos Barbosa e Lourdes Ramalho. Em 2010, já premiado como autor, pesquisador e diretor, Moreno cursa o doutorado em Artes Cênicas na USP. 

Participe. Você é o nosso convidado.      
 
     
SERVIÇO:

Bate-Papo Online
      
Convidado: Newton Moreno    
Tema: “A Relevância dos Espaços de Ensino da Dramaturgia”
Dia: 23 de setembro (quinta-feira)
  
Horário: das 16h às 17h