Mostra de Experimentos tem recorde de acessos com Teatro Digital

Publicado em: 01/02/2021

A Mostra de Experimentos da SP Escola de Teatro do segundo semestre de 2020 foi um sucesso de público, com recorde de acessos na plataforma de Teatro Digital da instituição, a página SP Escola de Teatro Digital na Sympla, entre 26 e 29 de janeiro último. Foram quase 6 mil ingressos retirados.

Das 34 sessões (2 de cada experimento), foram disponibilizados 10.200 ingressos, ou seja, 300 por sessão. Deste total, 5.591 foram retirados, uma média de 165 ingressos por sessão. Trata-se do maior público dos Experimentos de encerramento de semestre da história da SP Escola de Teatro.

Os trabalhos do ambientalista, escritor e líder indígena Ailton Krenak, principalmente o livro O Amanhã Não Está à Venda, foram as principais referências e base das criações cênicas desenvolvidas nas salas de aulas digitais.

Ao todo, 17 montagens foram encenadas de forma remota, e os números de acessos a elas são impressionantes, que comprovam como o Teatro Digital é uma ferramenta artística que atinge e consegue comover e entreter o público em tempos de pandemia e distanciamento social.

Para Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, apesar das adversidades que a pandemia de Covid-19 trouxe para o teatro, a linguagem artística conseguiu se adaptar e se reinventar. O recorde de público prova essa conquista.

Estudantes da SP Escola se apresentam na Mostra de Teatro Digital

“Assumimos que há um estado de presença no Teatro Digital e definitivamente esta é uma nova linguagem artística a ser descoberta junto ao público. O digital rompeu com as fronteiras geográficas e uniu pessoas que antes estavam distantes. Isso é o que levamos de bonito e aprendemos com esses experimentos, que exigiram um grande esforço tanto da equipe de formação e orientação, assim como dos estudantes, muito dedicados. Estão de parabéns”, diz o diretor executivo da SP Escola de Teatro.

Para J.C Serroni, coordenador dos cursos de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco, os resultados dos experimentos transmitidos pelas plataformas digitais foram muito positivos e só reforçam a força que a SP Escola de Teatro tem de se reinventar sempre.

“Acabo de assistir, com gratas surpresas, 17 experimentos, 8 do módulo amarelo no eixo da narratividade e 9 do eixo vermelho de escolha livre dos núcleos. Mais uma vez pude constatar o pioneirismo da SP. Num momento com tudo praticamente parado no teatro, os estudantes da SP mostram que é possível , pesquisando novas possibilidades, experimentar teatro por outros caminhos. Uma nova linguagem começa a se firmar que certamente continuará na virtualidade e também em muito enriquecerá a volta do teatro presencial. A SP continua a fazer história sempre na vanguarda do teatro brasileiro e internacional“, conclui.

Confira como foram os experimentos dos estudantes da SP Escola de Teatro no Youtube da Instituição

Por Luiza Camargo




Relacionadas:

Notícias | 21/ 01/ 2022

Agenda Cultural : As melhores dicas para o seu fim de semana

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

Estudantes de humor da SP mergulham em curiosa e divertida experiência cênica audiovisual; confira!

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

No mês da visibilidade trans, Coletiva Profanas, com o apoio do Satyros, promove espetáculo de transdramaturgia na casa de cultura do Butantã

SAIBA MAIS