Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Longa Vida ao Teatro nas Universidades

Publicado em: 03/05/2011

Aproximar o teatro do público universitário e provocar um exercício de pensamento e reflexão é o intuito do projeto Teatro nas Universidades, lançado em 2005, pelo casal de atores Nicette Bruno e Paulo Goulart.
 

Projeto pioneiro no País, além das peças, a iniciativa conta, ainda, com um ciclo de debates, realizado após cada apresentação, coordenado por um mediador e com a participação de um debatedor convidado.
 

Nicette revela que a ideia do projeto é abrir espaço para o pensamento dos jovens acadêmicos. “O teatro amplia horizontes, alonga o olhar para a vida e ensina os jovens a pensar. Queremos provocar e estimular o raciocínio dos estudantes”, diz.
 

Já Goulart, seu companheiro de vida e de profissão, explica que o Teatro nas Universidades estimula um olhar para o futuro. “Cada universitário que tem assistido nossa programação é um novo parceiro que leva para casa o conteúdo do espetáculo que assistiu. Assim, um a um, vamos fomentando nossa arte, agindo hoje para ajudar a formar o amanhã” revela.
 

Para marcar o sétimo aniversário do projeto, hoje (03.05), um brinde especial será feito em homenagem aos mais de 129 universidades atendidas, 298 participações e, é claro, aos seus mais de 103.149 espectadores. A comemoração será realizada logo após a apresentação, fechada para convidados, de “Aurora da Minha Vida”, espetáculo de Naum Alves de Souza, com direção de Bárbara Bruno.
 

A SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco apoia essa ideia e deseja longa vida ao projeto.