EN | ES

Itaú Cultural tem final de semana com peça sobre o samba paulistano

Publicado em: 08/05/2024 |

A Cia. Coisas Nossas de Teatro faz um percurso pela história do samba de São Paulo e das transformações urbanas da cidade. Foto: Barbara Campos

A Cia. Coisas Nossas de Teatro faz um percurso pela história do samba de
São Paulo e das transformações urbanas da cidade. Foto: Barbara Campos

O Itaú Cultural tem múltipla programação teatral de quinta-feira a domingo desta semana (9 a 12 de maio). Na Sala Itaú Cultural, a Cia. Coisas Nossas de Teatro dá início à mini temporada do espetáculo O Samba da Pauliceia e Sua Gente – que voltará ao cartaz na semana que vem, no mesmo período –, dando luz à cultura e às questões sociais na capital paulistana. Já na Sala Multiúso do instituto, a Mostra de Solos segue com dois novos espetáculos, ambos com inspiração literária: na quinta-feira e sexta-feira, a atriz Gisele Petty apresenta o monólogo Agda, e no sábado e domingo o ator Anderson Negreiro atua em Mário Negreiro 

As apresentações no Itaú Cultural são gratuitas, como toda a programação do instituto. Os ingressos são disponibilizados na plataforma INTI, com acesso pelo site do itau. Quem não conseguir reservar o seu, pode comparecer ao Itaú Cultural no dia do evento e tentar possíveis ingressos remanescentes. A fila de espera começa a ser organizada uma hora antes do começo da atração, e os ingressos que tiverem desistência serão distribuídos por ordem de chegada. 

História e crítica social  

O espetáculo O Samba da Pauliceia e Sua Gente, que a Cia. Coisas Nossas de Teatro apresenta de 9 a 19 de maio (sempre de quinta-feira a sábado, às 20h, e domingo às 19h), mergulha na história do samba paulistano e nas transformações urbanas que afetaram locais emblemáticos dessa manifestação artística na cidade.  

Com direção geral de Cristiano Tomiossi, dramaturgia de Paulo Rogério Lopes e colaboração da companhia, a trama se passa nos momentos finais da Vila Primavera, uma fictícia comunidade paulistana do samba que está prestes a ser despejada para dar lugar a uma suposta ação de progresso na cidade. Para essa despedida cheia de emoção, os moradores decidem celebrar sua cultura e identidade em uma última noite de samba. 

Nesse momento entra em cena Madrinha, a moradora mais antiga da comunidade e guardiã das memórias do lugar. A personagem, vivida pela atriz Carlota Joaquina, passa a compartilhar suas experiências e memórias, conduzindo personagens e público para o passado, e pontuando fatos que fazem parte da história do samba em São Paulo. Assim, ela leva o público a visitar desde as raízes do samba até a sua consolidação como uma expressão cultural de resistência.  

Além de abordar essa história, O Samba da Pauliceia e Sua Gente propõe um olhar mais profundo sobre as mudanças urbanas que impactaram os territórios pretos da cidade, os bairros históricos do samba e as consequências dessas transformações para a comunidade. É um convite para refletir sobre a importância de preservar raízes culturais e valorizar a memória coletiva do povo. 

SERVIÇO 

Espetáculo O Samba da Pauliceia e Sua Gente 

Com Cia. Coisas Nossas de Teatro 

De 9 a 19 de maio (quinta-feira a sábado, às 20h, e domingo às 19h) 

Na Sala Itaú Cultural (piso térreo) 

Duração:  80 minutos 

Capacidade:  224 lugares 

Classificação Indicativa:  12 anos [drogas lícitas, angústia] 

Entrada gratuita. Reservas de ingressos na plataforma INTI – acesso pelo site do Itaú Cultural

Ficha técnica: 

Elenco: Aldo Bueno, Carlota Joaquina, Débora Veneziani, Ícaro Rodrigues, Joaz Campos, Lívia Camargo, Renan Ferreira e Tayrone Porto. 

Músicos: Tiganá Macedo, Beatriz Amado, Ildo Silva, Alexandre Moura e Miró Parma 

Direção Geral: Cristiano Tomiossi 

Co-Direção: José Eduardo Rennó 

Direção de Movimento: Zuba Janaína e Beto Alencar 

Direção Musical: José Eduardo Rennó 

Arranjos Musicais: Alexandre Moura, Roquildes Júnior, Beatriz Amado, Miró Parma, Ildo Silva, Marco França e Tiganá Macedo 

Arranjos Vocais: Roquildes Júnior e Alexandre Moura 

Preparação Vocal: Roquildes Júnior, Alexandre Moura e Dani Nega 

Dramaturgia: Paulo Rogério Lopes 

Figurinos: Zuba Janaína e Maiwsi Ayana 

Cenário: Kleber Montanheiro 

Projeção: Denis Kageyama 

Iluminação: Karen Mezza 

Desenho e operação de som: JP Hecht e Thiago Aparecido de Moraes Alves 

Diretor de Palco: Nilton Araújo  

Produção: Cia Coisas Nossas de Teatro 

Assistente de Produção: Paloma Carvalho 

Fotos: Bárbara Campos 

Desenho e operação de som: JP Hecht e Thiago Aparecido de Moraes Alves 

Diretor de Palco: Nilton Araújo 




Relacionadas:

Notícias | 14/ 06/ 2024

Inscreva-se para o curso de extensão gratuito “Produção Cultural em Espaços Públicos”

SAIBA MAIS

Notícias | 14/ 06/ 2024

Inscreva-se para o curso de extensão gratuito “Circo: Materialidades cênicas e dança”

SAIBA MAIS

Notícias | 14/ 06/ 2024

Estudantes da SP Escola de Teatro apresentam “E se sempre fosse dia?”

SAIBA MAIS