Histórias Nossas Histórias

Publicado em: 29/05/2012

A nova montagem da Cia Paidéia de Teatro, que estreou no dia 4 deste mês, traz uma jovem contadora de histórias no espetáculo “Miliuma”, inspirado no livro “As Mil e Uma Noites”.

 

O texto foi resultado da pesquisa coordenada pela tradutora e dramaturga Christine Hӧrig. O espetáculo mescla obras dos escritores Câmara Cascudo, Fernando Pessoa, Jorge Luis Borges e Michel Foucault. Tem adaptação e direção de Amauri Falseti.

 

A atriz Manoela Pamplona encarna a garota que escolheu passar a noite com o rei sem saber que no dia seguinte seria morta. Para adiar a morte, Sherazade contra uma história por noite, durante mil e uma noites.

 

O aprendiz do curso de Cenografia da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco Clau de Carmo é assistente de cenografia e explica como surgiram as ideias. “Estivemos totalmente inseridos no processo, tudo em conjunto. A produção se deu durante os ensaios, ao mesmo tempo em que ficamos ouvindo as histórias narradas pelos atores e atentos às suas necessidades em cada cena.”

 

Outro aprendiz, que concluiu o ciclo de quatro módulos do curso de Cenografia e Figurino da SP Escola de Teatro, Isaac Vale, produziu os adereços de cabeça dos personagens e conta como surgiu a parceria e o desenvolvimento do trabalho: “Eu recebi o convite da formadora do curso Telumi Hellen, que me cedeu um desenho para desenvolver dois turbantes, a cabeça do gênio, uma coroa de pérolas e a coroa do rei”. Vale conta que utilizou matéria como arame, feltro, miçangas de flores e spray na produção das peças. 

 

Já a formadora do curso de Cenografia e Figurino da SP Escola de Teatro, Telumi Hellen foi convidada para criar o cenário em conjunto com o grupo. “Eles têm muitos figurinos e roupas de outros espetáculos. Utilizamos essas peças para criar um ‘deserto de roupas’, empilhando dunas de cores claras.”

 

Telumi acredita que a peça mostra a importância de os jovens ouvirem. “Não uma simples escuta, mas prestar atenção na potência e no valor das coisas. No início, o figurino das personagens tem a mesma cor do deserto. Quando as histórias nascem, surgem cores, surge a vida”, termina.

 

 

Serviço

“Miliuma”
Quando: Quintas, às 10h30; sextas e sábados, às 20h; domingos, às 18h. Até 3 de junho.
Onde: Paidéia Associação Cultural
Rua Darwin, 153, Santo Amaro, tel.: (11) 5522-1283
Ingressos: R$ 15.

 

Texto: Leandro Nunes