Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Histórias do Sertão em “Marulho: o Caminho do Rio”

Publicado em: 17/06/2011

Histórias míticas de pescadores, cantos de trabalho, erês, sertanejos e ciganos em um mundo de fantasia ambientado às margens do Rio São Francisco. O Grupo Redimunho de Investigação Teatral retoma sua pesquisa da alma humana em “Marulho: o Caminho do Rio”, dessa vez com a participação de Alline Sant’Ana, aprendiz de Atuação da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, que integra o elenco da montagem.

 

O espetáculo narra a história de um grupo de teatro em crise, que prepara uma peça inspirada em Guimarães Rosa e Gabriel García Márquez, quando começa a receber cartas misteriosas e sem remetente, que, de alguma forma, mexem com o íntimo de cada um dos artistas. 

 

Alline explica que o espetáculo levou dois anos e meio para ficar pronto. “Viajamos para Cordisburgo, uma cidade do interior de Minas Gerais e passamos quase um mês pesquisando e ouvindo histórias dos moradores. Retornamos carregados de informações e, como a pressão era muito grande, entramos em crise. Tanto esse lado do processo de criação como o lúdico das histórias estão presentes no grupo que é retratado na peça.”

 

Depois de surpreender com “A Casa” e “Vesperais nas Janelas”, o Redimunho volta à cena, com texto e direção de Rudifran Pompeu, direção musical e trilha sonora original de Luis Aranha e iluminação de Osvaldo Gazotti. 

 

“Apesar de não ter sido minha estreia em um espetáculo grande, essa experiência foi especial, pelo tempo de preparação. Durante esse período, trabalhando com 20 pessoas, aprendi que nada poderia ter sido feito sem um grupo”, declara Alline.

 

A atriz conseguiu um desconto nas apresentações dos dias 2 e 31 de julho. Mediante a apresentação da carteirinha da Escola, cada aprendiz paga R$ 10. A promoção se estende ainda a um acompanhante. São 40 ingressos ao total, 20 para cada uma das sessões. Os interessados devem reservá-los na secretaria da SP Escola de Teatro.

 

Roda de Música

 

O segundo lar do grupo é o Espaço Redimunho de Teatro, fruto do trabalho de todos os seus integrantes, que “meteram a mão na massa” durante um ano para concretizar o sonho de uma sede própria, local onde estreariam “Marulho: o Caminho do Rio” e que abriga também um bar, aberto depois de cada espetáculo.

 

“Todo o trabalho que desenvolvemos é uma maneira de concretizar a construção desse espaço. Entrei com 17, 18 anos e hoje é como se fosse nossa casa. Quando ouço falar sobre um grupo teatral, minha referência é o Redimunho”, comenta Alline.  

 

Além de servir de palco para as apresentações da montagem, o Espaço Redimunho de Teatro é aberto todas as sextas-feiras, a partir das 22h, para receber a Roda de Música. 

 

Na próxima sexta (24/06), o evento conta com as bandas G.R.A.V.E (Geladeira Revisitada Amarela e Vermelha), Engrenagem Urbana e Socorro Freud. Mas não pára na música. As performances de “Vuv Vittoti”, com o Grupo Hangar de Elefantes, e das “Bonecas Russas”, com participação de Alline Sant’Ana, fecham as atrações da noite.

 

“Em Bonecas Russas tentamos entender por que a mulher, desde sua infância, é tida como um objeto, como algo que tem que ser bonito”, explica a atriz.

 

Serviço

“Marulho: o Caminho do Rio”

Quando: Sábados, às 21h, Domingos, às 21h

Onde: Espaço Redimunho de Teatro

Rua Álvaro de Carvalho, 75 – Centro

Tel.: (11) 3101-9645

Ingressos: R$ 30,00

*Aprendizes da Escola com carteirinha pagam R$ 10,00 nos dias 02/07 e 31/07. Reservas na secretaria da Escola.

 

 

Roda de Música

Quando: 24 de julho, às 22h

Onde: Espaço Redimunho de Teatro

Rua Álvaro de Carvalho, 75 – Centro

Tel.: (11) 3101-9645

Entrada franca

 

 

Fotos: Divulgação