Grupo originado na Escola encena farsa pós-apocalíptica

Publicado em: 06/05/2014

Formada por aprendizes egressos e atuais da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, a Cia Rizomática está em cartaz com o espetáculo “Placebo”, cumprindo curta temporada no Espaço da Cia do Pássaro, com sessões aos domingos do mês de maio (11, 18 e 25), às 19h.

 

A trama é ambientada num mundo devastado, onde dois seres buscam, através de sua relação, dar sentido à realidade. Envoltos num jogo mútuo de enganação, fecham os olhos para aquilo que mais temem. Mas o que irão optar quando for necessário escolher entre uma mentira reconfortante ou uma cruel realidade?

 

A peça tem direção de Regi Ferreira e Bruno Carboni, que também assina a dramaturgia. No elenco estão Guto Vieira e Juliana Spadot. A iluminação é de Flávio Morbach Portella, e os figurinos de Si Kiomi.

 

Histórico da Cia Rizomática e processo de criação

 

O grupo iniciou seus trabalhos de pesquisa durante o ano de 2012 como contrapartida do Programa Kairós na SP Escola de Teatro, no qual os atores Juliana Spadot e Gutho Viera desenvolveram junto de Bruno Carboni a dramaturgia do trabalho “Placebo”, com orientação de Ricardo Marques.

 

As primeiras experimentações cênicas abertas ao público foram realizadas ainda em 2012, nas Satyrianas e em uma abertura de processo na própria Escola. O espetáculo também participou da II Burlesquianas – Mostra de Teatro em Botucatu, em setembro de 2013. 

 

A ideia central do texto surgiu a partir da provocação: “O que optar quando precisamos escolher entre uma mentira reconfortante ou uma cruel realidade?”. 

 

Após esse questionamento, os artistas criaram uma fábula pós-apocalíptica. Nela, dois personagens convivem num mundo devastado onde são os únicos sobreviventes. Porém, através de uma relação de dependência mútua, ambos sustentam a farsa de que o mundo ainda é como era antes da catástrofe que ocasionou seu fim.

 

Serviço

“Placebo”

Quando: Dias 11, 18 e 25 de maio, às 19h

Onde: Espaço Cia do Pássaro Voo e Teatro

Rua Álvaro de Carvalho, 177 (próximo ao metrô Anhangabaú)

Capacidade: 35 lugares

Ingresso: R$ 20 (retirar na bilheteria do espetáculo com 1h de antecedência)