EN | ES

Gestão Cultural no Teatro Contemporâneo

Publicado em: 08/05/2010

Como formatar um projeto cultural? Quais são as questões financeiras envolvidas? Com o tema “Gestão Cultural no Teatro Contemporâneo”, Leandro Knopfholz, um dos criadores e atual diretor do Festival de Teatro de Curitiba, considerado um dos eventos mais importantes de Artes Cênicas realizado no Brasil, esclareceu essas perguntas ao ministrar dois dias de palestras na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, na última quinta (6) e sexta-feira (7) de maio. Cerca de 30 pessoas participaram do encontro.

 

“É preciso objetivo, paixão e muito trabalho em um projeto cultural. O fundamental é encontrar uma equipe integrada que tenha como meta o mesmo objetivo”, acredita Knopfholz.

 

Ele explanou sobre as exigências comuns aos processos de produção cultural com foco nas artes do palco. Ressaltou também as diversas alternativas para a manutenção e o desenvolvimento de um projeto, assim como as estratégias no desenvolvimento operacional.

 

Foram abordadas as diversas fontes de recursos que podem ser acessadas pelo setor das Artes Cênicas: fundações, governos nacionais e estrangeiros, políticas públicas, financiamento, editais públicos e patrocínio.

 

“Criamos na SP Escola de Teatro um palco de discussão sobre o fazer e o pensar teatral. A gestão cultural é importante para concretizar não só projetos artísticos, mas sonhos de melhorias na atividade cultural do País”, disse Ivam Cabral, diretor artístico da Instituição.