Fundação Cultural de Curitiba lança edital emergencial para o audiovisual

Publicado em: 22/04/2020



A Fundação Cultural de Curitiba, do Paraná, abriu um edital emergencial para seleção de conteúdos audiovisuais individuais para serem veiculados em suas redes sociais. A ação tem como objetivo apoiar artistas curitibanos em meio à pela pandemia do novo coronavírus. 

O edital tem valor total de R$ 450 mil, para contemplar 300 projetos no valor de R$ 1.500 cada um. As inscrições serão abertas às 18h do dia 1ª de maio e encerram às 12h do dia 7, pelo sistema Sisprofice, no site www.sic.cultura.pr.gov.br.

Os vídeos propostos devem ter classificação indicativa livre. Os projetos contemplados serão apresentados nas mídias sociais da Fundação Cultural de Curitiba no período de um ano, entre maio de 2020 e maio de 2021.

Os vídeos devem ter no mínimo 33 segundos e no máximo aproximadamente 60 minutos de duração, com qualidade de resolução, conforme as orientações e especificações recomendadas pela plataforma YouTube, onde deverão ser disponibilizados por meio de link. Os projetos passarão por duas etapas de validação: a primeira de análise da documentação exigida pelo edital e a segunda de análise do mérito das propostas.

A Fundação sugere que os candidatos aproveitem o período prévio ao das inscrições para preparar os documentos necessários exigidos no edital, bem como desenvolver seus projetos. Os proponentes podem ser pessoas físicas ou pessoas jurídicas enquadradas nas modalidades MEI (micro-empreendedor individual), EI (empreendedor individual) e EIRELI (empresa individual de responsabilidade limitada).

Podem participar artistas que tenham vídeos autorais próprios nas áreas de artes visuais, cinema, dança, literatura, música, patrimônio cultural, teatro, circo e manifestações culturais tradicionais, como curtas-metragens, videoclipes, monólogos, leituras, contação de histórias, clipoemas, videodança ou espetáculos de dança, teatro e música, arte digital, animações, exposições virtuais, documentários, números de circo e comédia filmados, e também vídeo-aulas de técnicos da área da cultura, como produtores, iluminadores, técnicos de som, cenotécnicos, cenógrafos, maquiadores, figurinistas, roadies, entre outros.

Serão aceitos vídeos individuais produzidos a qualquer tempo até o prazo final de inscrição ou vídeos coletivos produzidos até 15 de março de 2020, véspera da data em que foi decretada Situação de Emergência em Saúde Pública no Município de Curitiba em razão da pandemia do coronavírus (Decreto Municipal 421 de 16/03/2020). Neste caso, os artistas precisam assinar uma Declaração de Veracidade, atestando que o material coletivo foi produzido antes da data do decreto.

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).

#culturaemcasa #teatroemcasa



Relacionadas:

Notícias | 01/ 12/ 2021

Secretaria de Cultura abre inscrições de Edital para artistas interessados em promover formação artística!

SAIBA MAIS

Notícias | 30/ 11/ 2021

Dança é destaque no Festival Satyrianas 2021 que acontece nos palcos da unidade Roosevelt da SP

SAIBA MAIS

Notícias | 30/ 11/ 2021

SP Dramaturgias: leitura dramática de texto de Ewerton Frederico acontece na próxima quarta-feira, 8

SAIBA MAIS