Francisco Medeiros é o novo Coordenador do Curso de Atuação

Publicado em: 26/10/2010

Teatro dramático, teatro de animação, pantomimas, teatro físico, teatro para crianças e performances são algumas das linguagens presentes na carreira do diretor Francisco Medeiros. Ele será o novo coordenador do Curso de Atuação da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.
 
Ao longo dos 30 anos de trajetória artística, Medeiros já recebeu mais de 40 prêmios. Entre as atividades que desenvolveu, o diretor integrou a equipe de Curadoria do Festival Internacional de Teatro de Rio Preto, em 2009, e foi assessor e coordenador do Ministério da Cultura, responsável pelo Projeto Mambembão de Teatro e Dança. Também coordenou  projetos da Theatre of Latin America, sediada em Nova York, onde ainda editou a revista dessa organização americana. Junto ao Núcleo Argonautas, do qual também é diretor artístico, participa de um projeto de troca de processos de criação com a Cia. Senhas, de Curitiba.
 
Como professor, sem considerar as mais de 50 oficinas, workshops e cursos livres realizados no Brasil e no exterior, integrou o corpo de professores da Escola Livre de Teatro de Santo André, ministrou a Disciplina de Interpretação na ECA/USP e, atualmente, é professor do Curso de Comunicação das Artes do Corpo da PUC/SP.
 
“Minhas expectativas são as mais instigantes e provocativas possíveis. Não só pelo fato de estar abrindo uma nova turma, mas porque meus primeiros contatos com a pedagogia e dinâmica da Escola me fizeram ver que as pessoas que se encarregaram da coordenação e convivência entre e com os aprendizes levantaram questões importantíssimas sobre a formação dos artistas”, revela Medeiros.
 
O fato de a SP Escola de Teatro ter esse perfil questionador com relação à formação dos artistas instigou e provocou o artista. “Aceitei o convite porque a Escola me interessa muito. Porque é um local onde existem muitos artistas em atividade e pensando em teorias, práticas e pedagogias, mas é, antes de tudo, um lugar efervescente de inquietação e risco.” 
 
O curso de Atuação se destina à formação de atores-criadores, abordando as áreas de improvisação, técnicas básicas e avançadas de voz, corpo e interpretação, além  de análise de textos teatrais, criação de papéis tanto no sentido clássico  como em relação a formas contemporâneas de atuação. Entenda-se como ator-criador aquele que, como artista, assume total responsabilidade pelo desenvolvimento do seu processo de trabalho, vivenciando-o como uma forma de desalienação.