Festival Internacional de Cinema LGBT+ tem edição online gratuita com 14 filmes

Publicado em: 27/08/2020

O Festival Internacional de Cinema LGBT+ chega à sua 5ª edição de forma online e gratuita entre 28 e 30 de agosto. Quatorze produções audiovisuais que abordam a diversidade sexual e de gênero podem ser vista no site oficial do evento.

O evento é possível graças a uma união de missões diplomáticas coordenada pela Embaixada da Bélgica, com participação das embaixadas da Alemanha, Austrália, Áustria, Dinamarca, Eslovênia, Espanha, Irlanda, Países Baixos e Uruguai, e parceria com a Delegação Europeia no Brasil.

Juntas, elas reafirmam o compromisso com a igualdade e a dignidade de todos os seres humanos, independentemente da sua orientação sexual ou identidade de gênero. O apoio institucional é das embaixadas do Canadá, Suécia, Suíça e Estados Unidos.

Além dos filmes internacionais, a mostra conta com produções brasileiras, cuja exibição é viabilizada por meio da parceria com o coletivo #VoteLGBT, que assina a curadoria. Desta forma, o evento audiovisual possibilita também trazer reflexões importantes sobre diversidade sexual e de gênero no contexto nacional.

A exibição acontece na plataforma LGBTflix, iniciativa que já reúne 250 filmes brasileiros de temática LGBT+ e tem funcionado como espaço de fruição cultural para espectadores interessados em obras que discutam questões LGBTs, especialmente em tempos de pandemia e isolamento social.


CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).




Relacionadas:

Notícias | 27/ 10/ 2021

Miguel Arcanjo Prado e Ellen de Paula debatem sobre a 3ª edição do Festival Dona Ruth em live transmitida pela SP

SAIBA MAIS

Notícias | 27/ 10/ 2021

“Acervo da biblioteca da SP é fundamental para pesquisadores de dramaturgia brasileira”, afirma Luiz Campos, doutorando da Unesp

SAIBA MAIS

Notícias | 27/ 10/ 2021

O que é complicação?

SAIBA MAIS