Estreia “Entre ruínas quase nada”, do Teatro do Abandono

Publicado em: 25/07/2013

Amanhã (26), a Casa do Povo, em São Paulo, recebe o grupo Teatro do Abandono, que estreia seu primeiro espetáculo, “Entre ruínas quase nada”, escrito por Jucca Rodrigues e dirigido por Filipe Brancalião, respectivamente, artista convidado e formador dos cursos de Dramaturgia e Atuação na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. No elenco, Carol Carolina, Juliana Ostini, Maria Eugenia Pacheco, Paola Dourge e Tadeu Ibarra, aprendizes e ex-aprendizes da Escola. A trilha da peça é realizada ao vivo pela musicista Thaís Oliveira, que também assina a produção e também é aprendiz do curso de Atuação na Instituição.

Com cenário e figurinos de Clau Carmo, que completou os quatro módulos do curso de Cenografia e Figurino na Escola; preparação corporal de Daniela Biancardi, formadora do curso de Humor; iluminação da aprendiz Adriana Marques (com auxílio dos também aprendizes Mauricio Sterchele e Rogerio Martins), e direção musical de Cristiano Gouveia, a peça é um convite para acompanhar os escombros de um lugar abandonado, em que uma comuna de seres desistidos revela suas travessias, tragédias e desistências. Histórias de ruínas não muito distantes de todos nós. Na encruzilhada entre a vida e a morte, será que ainda é possível imaginar outro mundo possível?

“Entre ruínas quase nada” marca a estreia da companhia, que teve seu primeiro projeto contemplado pelo ProAC Primeiras Obras e é a materialização cênica de uma série de questionamentos acerca de quais os rumos possíveis para outras formas de habitar o mundo.

Tendo como pontos de partida os livros “Diálogo com os mortos”, do filósofo latino Luciano Samósata, e “Bem-vindo ao deserto do real”, do filósofo contemporâneo Slavoj Zizek, a trupe saiu em busca de espaços que pudessem abrigar suas crises e suas próprias ruínas.

Ao longo dos oito meses de pesquisa, diversas cenas emergiram inspirando a criação do texto. A partir do encontro com o espaço, foi então gerada uma nova dramaturgia, agora cênica, revelando necessárias modificações na trajetória do texto e das personagens.

Os ingressos devem ser reservados exclusivamente através do e-email doabandono@gmail.com ou pelo telefone 9 7954-4345. O ingresso é no sistema pague quanto puder.

Serviço:
Peça: “Entre ruínas quase nada”

Quando:  Sextas e sábados, às 20h; domingos, às 19h. Até 8 de setembro
Onde: Casa do Povo
Rua Três Rios, 252 – Bom Retiro
Ingresso: pague quanto puder 

Texto: Esther Chaya Levenstein