Espetáculo de artistas egressos da SP se inspira em HQs para contar história feminina

Publicado em: 07/04/2021

Pânico Vaginal/ Crédito da foto: Marcelle Cerutti

Lara Duarte, Bruna Varga, Guilherme Reges, Padu Cecconello, Mateus Rodrigues, Victor Paula e Amara Hartmann, artistas egressos da SP Escola de Teatro, estreiam seu novo espetáculo, Pânico Vaginal, na próxima sexta-feira, 16.

Com fortes influências do mundo dos quadrinhos e da ficção científica, o projeto traz muito humor para tratar de questões envolvendo uma super- heroína distópica que opta por instalar uma arma no canal vaginal.

Estudante egressa da SP lança livro sobre o Hospital psiquiátrico do Juqueri

Cena de Pânico Vaginal/ Crédito da foto: Marcelle Cerutti

“Pânico Vaginal é uma ficção científica de baixo orçamento que lida com a falência das relações normativas, transportadas para um futuro hiper ficcional e distópico. O deboche, a ironia e o humor cercam toda essa jornada da personagem Georgia, nome inspirado na música Georgia, A Carniceira, da banda pernambucana Ave Sangria. A protagonista passa a integrar a Armada das Armadas e tenta lidar com as próprias contradições ao longo da narrativa,” conta a dramaturga Lara Duarte, formada em dramaturgia na instituição.

Para aproveitar os recursos oferecidos pelo audiovisual e compor a encenação teatral, a produção usa até uma câmera de endoscopia.

Produzida pela Romã Atômica, da egressa em Cenografia e Figurino Amara Hartmann, as sessões digitais são 16,17 e 18 de abril (sexta a domingo, 20h) e 19,20 e 21 de abril (Segunda a quarta-feira, 21h).

Acesso aos ingressos, gratuítos, pela plataforma sympla:
Pânico Vaginal/sympla

Cena de Pânico Vaginal/ Crédito da foto: Marcelle Cerutti

Por Luiza Camargo




Relacionadas:

Notícias | 14/ 01/ 2022

Agenda Cultural: as melhores dicas para o seu fim de semana!

SAIBA MAIS

Notícias | 14/ 01/ 2022

100 anos da Semana de 22: Conheça Urutu, ou O Ovo, de Tarsila do Amaral

SAIBA MAIS

Notícias | 14/ 01/ 2022

Musical homenageia obra de Tom Zé e recupera formação da “língua brasileira“

SAIBA MAIS