Espaços Teatrais: A evolução da arquitetura cênica na história e a sua interação com o Som e a Luz

Publicado em: 01/01/2010

A exposição de J.C. Serroni, realizada numa parceria do Espaço Cenográfico com a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, revela, através de fotografias, textos e maquetes, a evolução do espaço cênico através dos tempos, do teatro Grego ao teatro contemporâneo. A exposição pode ser vista até o dia 18 de dezembro.
A montagem é acompanhada de um desenho de luz de Guilherme Bonfanti e de uma trilha sonora de Raul Teixeira, que dão ao espaço da exposição uma atmosfera evidentemente teatral. Realizada por seus coordenadores, a mostra é a primeira produção da SP Escola de Teatro, demonstrando a preocupação pelo ensino técnico que a Escola oferece.
Cada época possui o seu espaço cênico. A exposição revela como o teatro é espelho da história e também uma crônica renovada de tempos em tempos.
Para o curador e realizador do projeto, J.C. Serroni, “teatros são símbolos de uma cultura, mesmo vazio, um teatro conta história”.
Curiosidades
O Teatro Olímpico, inaugurado em 1585, foi o primeiro teatro a adotar um sistema de iluminação cênica, utilizando lanternas a óleo e é o mais antigo teatro renascentista preservado. O Anfiteatro Romano, também conhecido como Arena, é bastante complexo e dele se originou o estádio moderno. Estas e outras curiosidades do Teatro Grego, Teatro Romano, Teatro Medieval Sacro, Teatro Espanhol, Teatro Elisabetano e até dos teatros que ocupam espaços não convencionais nos dias de hoje, podem ser conferidos na exposição.
SERVIÇO
Entrada gratuita
Exposição: Espaços Teatrais: A Evolução da Arquitetura Cênica na História e a sua Interação com o Som e a Luz.
Dias e horários: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. A exposição pode ser vista até o dia 18 de dezembro.
 
SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Avenida Rangel Pestana, 2.401 – Brás, São Paulo SP