Escola Livre de Audiovisual anuncia resultado do edital Cinema Brasil-Suécia

Publicado em: 12/12/2017

 

A Escola Livre de Audiovisual (ELA), projeto gerido pela Associação dos Artistas Amigos da Praça, anunciou nesta terça-feira (12) os nomes das duas pessoas aprovados no edital Cinema Brasil-Suécia. Lucas Fratini Albuquerque Gonçalves, em Direção, e Fernanda De Angelo, em Direção de Arte, vão integrar a equipe de um filme realizado pela escola brasileira em parceria com a Universidade de Artes de Estocolmo (Uniarts).

Lucas e Fernanda foram escolhidos após processo seletivo que incluiu análise de currículo, desenvolvimento de um projeto e entrevistas presenciais. Em cada uma das duas áreas (Direção e Direção de Artes) ficaram ainda dois suplentes.

Suplentes de Direção
1. Letícia Araújo Paiva
2. Gabriel Alvim

Suplentes de Direção de Arte
1. Renan Ramiro Pereira
2. Adriana Barreto Costa Pereira

Edital

O intercâmbio cultural terá duração aproximada de seis meses, sendo os três primeiros realizados em São Paulo (e em outras eventuais locações no país) e os três meses seguintes em Estocolmo, considerando também as contingências da produção em relação às locações.

Além deste intercâmbio, a Escola Livre de Audiovisual lançado pela Adaap está com inscrições abertas para o Curso de Realização em Cinema, que acontece de 30 de janeiro a 29 de março do próximo ano, também em cooperação com a Uniarts. Ao todo, são 24 vagas, nas áreas de direção de produção, direção de fotografia, cenografia e figurino, iluminação, som, roteiro e contrarregragem e maquinaria. O curso é gratuito e para concorrer é preciso ter experiência nas áreas oferecidas.




Relacionadas:

Notícias | 06/ 12/ 2021

Oficina Olhares: “É possível falar de masculinidade e feminilidade sem sermos binários?”, por Manfrin Manfrin

SAIBA MAIS

Notícias | 06/ 12/ 2021

Oficina Olhares: “As cores da foto do menino no poste estão desaparecendo”, por Milena Siqueira

SAIBA MAIS

Notícias | 06/ 12/ 2021

Oficina Olhares: “Se algo de fato existe, ele é feito de carne e sangra”, por Clara Prado

SAIBA MAIS