Em ‘Revolução’, Club Noir faz análise poética das forças que geraram o Golpe de 1964

Publicado em: 10/04/2014

De amanhã (11) até domingo (13), a Cia. Club Noir apresenta a peça “Revolução” no Centro Cultural São Paulo (CCSP). Com texto e direção de Roberto Alvim, a montagem foi preparada especialmente para a programação especial da mostra “O imaginário dos 50 anos do Golpe”, que convida o público a refletir sobre o imaginário construído na sociedade brasileira a partir do Golpe de 1964.

 

 

Na peça, o grupo faz uma análise poética das forças que geraram o Golpe de 1964, investigando seus múltiplos vetores contraditórios e o campo de alta complexidade política que desencadeou os acontecimentos terríveis dos anos de repressão.

 

Trata-se de “uma retrospectiva ressignificada, que tenta desvelar as raízes obscuras de um regime de força, assim como o traçar de analogias entre aquele período e nossa conturbada contemporaneidade”. No elenco, estão Juliana Galdino, Renato Forner e Paula Spinelli.

 

Serviço

“Revolução”

Quando: Sexta e domingo, às 21h; sábado, às 22h (de 11 a 13/4)

Onde: Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho 

Rua Vergueiro 1000 – Paraíso

Tel.: (11) 3397-4002

Grátis (retirada de ingressos na bilheteria, duas horas antes do início)

Relacionadas:

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS