Do Escritório Para a Cena

Publicado em: 05/08/2011

Quarta-feira passada (3), onze pessoas que se inscreveram para o Curso Regular de Direção da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco vieram à Escola para fazer a prova da 2ª fase do Processo Seletivo. Os participantes não escondiam a ansiedade em apresentar seus trabalhos.

 

O corpo docente do curso, constituído por Rodolfo García Vázquez (coordenador), Ivan Delmanto (formador) e Marcelo Gianini (artista residente), estava presente, analisando as encenações.

 

Apesar de Luís Pini Nader já ter feito curso de teatro, o “papel” dele na SP Escola de Teatro é ser controller. Isso não o impediu, no entanto, de mostrar sua veia artística. Assim, ele saiu de sua mesa de trabalho e foi interpretar um estilista. “Minha mãe é uma artista plástica. Foi daí que veio a ideia de montar uma cena que tivesse relação com arte”, explicou.

 

Marcelo Prudente, candidato que dirigiu Nader, relutava contra sua tensão para conseguir ter uma boa ideia, já que só tinha 30 minutos para observar os objetos disponíveis, criar uma breve história e elaborar a sequência de ações que a personagem deveria seguir.

 

Por já ter trabalhado como assistente de direção, Nader explica que tinha certa noção do que deveria ser feito. “Percebi o nervosismo de Marcelo e tentei ajudar com algumas ideias e propostas.” 

 

Após o término da encenação, Prudente contou de onde surgiu a inspiração para a cena. “Olhei a manequim com o vestido, olhei os objetos de costura e olhei a garrafa vazia de vinho. Juntei isso com o fato da mãe de Nader ser artista e imaginei que ele pudesse ser um estilista solitário e incompreendido, que afogava suas mágoas na bebida.”

 

Se você é um dos candidatos que prestou a  segunda fase do Processo Seletivo de Direção e está ansioso para saber o resultado, cruze os dedos e prepare-se. A lista com os aprovados vai ser divulgada hoje (5), até as 18h, no Portal da SP Escola de Teatro. 

 

 

Texto: Jéssika Lopes