Diretora Argentina Apresenta Método do Teatro Documental

Publicado em: 11/08/2010

Hoje, às 19h, a diretora argentina Vivi Tellas realiza, na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, uma mesa de discussão gratuita e aberta ao público. Com o tema “Encontro e Debate com Vivi Tellas”, o evento tem como mediador Luiz Fernando  Ramos, professor do Departamento de Artes Cênicas da Universidade de São Paulo (USP).  O Núcleo Hana, a SP Escola de Teatro e o Centro Cultural da Espanha em São Paulo são os responsáveis pela vinda da diretora ao Brasil.

“Uma das coisas que mais me impressiona no trabalho dela é a teatralidade fora do teatro. Os protagonistas não são atores”, afirma Alice K., diretora, atriz, pesquisadora, fundadora, coordenadora artística do Núcleo Hana e uma das responsáveis pela vinda da artista ao Brasil. “Uma das vertentes desse teatro documental é o Teatro de Família, que será tratado na palestra e no curso. Nesse gênero, ela busca identificar elementos comuns que se destacam na relação entre os membros familiares para, assim, identificar possibilidades de teatralidade”, explica.

Afastando-se dos métodos tradicionais, seu método envolve a reconstrução dos “grandes temas teatrais” existentes no universo dos participantes, como enganos, aparências, segredos, traições, amores e mortes. Não é obrigatório assistir às aulas com os familiares todos os dias.

A diretora coloca algumas questões sobre o tema: e se a família for a primeira peça que assistimos e atuamos?  Os membros da família atuam do mesmo modo dentro e fora dela? Por que em toda família sempre há diferentes versões de um mesmo fato?

Com essas perguntas, Vivi Tellas aponta para as inúmeras narrativas encontradas no núcleo familiar. “Propor a não atores a possibilidade de criar a partir de suas próprias vivências é fazer com que, distanciados de suas histórias, transformem-nas em uma dramaturgia documental”, afirma Thiago Leite, assessor da coordenação dos cursos de Difusão Cultural.

Vivi também realiza o curso de Difusão Cultural “Teatro de Família”, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, do dia 12 até 20 de agosto.