Dia de Aberturas de Processo

Publicado em: 20/05/2011

O dia de ontem (19/05) foi repleto de aberturas de processo do Módulo Azul. Os grupos 1, 2 e 3 fizeram sua segunda apresentação, enquanto que os grupos 4 e 6 estrearam suas performances.

A primeira começou logo às 10h30. O grupo 1 realizou algumas alterações em relação a primeira performance. “Acrescentamos alguns textos, que foram criados pelos dramaturgos a partir da obra de Artaud e dos fragmentos da primeira apresentação”, observa Adalberto Lima, um dos diretores do grupo.

“Agora os atores interagem entre si. Não diretamente, mas eles dialogam, mesmo que em lados opostos da sala”, completa o diretor. No cenário e na iluminação, apenas algumas modificações pontuais.

O grupo faz sua última abertura no dia 21/05, às 10h, ocupando novamente a sala 39 e o pátio.

Encerrada essa abertura de processo, o grupo 2 se tornou o centro das atenções. Com o cenário mais aprimorado que em sua primeira performance, o grupo fez uma reestruturação um pouco maior que a do grupo 1. Na porta da sala 34, televisores estavam empilhados. No interior, o branco predominava, no chão e nas paredes. 

Os sapatos continuavam sendo o tema principal, mas, além de dar depoimentos sobre a história dos calçados, agora os atores os calçavam em algumas cenas e até brigavam por eles. A protagonista era uma mulher que, segundo as outras personagens, tinha fetiche por colecionar sapatos velhos. 

Segundo os diretores Leonardo França e Fabrício Castro, este foi apenas um exercício, a apresentação definitiva ainda está em discussão. A última abertura do grupo será no dia 21/05, às 12h, na mesma sala.

O grupo 3, também em sua segunda apresentação, foi o que, provavelmente, mais apresentou mudanças depois de sua estreia. Música e uma espécie de “dança de cadeiras” tomaram a sala 26. O batuque, palmas, batida de pés e o som do contrabaixo alinhados ritmicamente deram outra cara à performance. A personagem que perdia na dança de cadeiras era obrigada a morrer, perante o riso e o aplauso dos demais atores.

No final, sobrando viva apenas a personagem do aprendiz Sérgio, os atores começaram a lhe perguntar: “Onde você fracassa, Sérgio?!”. A intensidade do questionamento aumenta, até que vários espectadores passem a interagir e também a perguntar. Em seguida, é a vez do público ser questionado pelos aprendizes. O grupo fecha seu Experimento no dia 21/05, às 12h, na sala 39.

O grupo 6, que estreava a abertura de seu trabalho, fez apenas uma vídeoinstalação sobre todo o processo de trabalho desenvolvido até aqui. “A abertura de hoje foi só para o pessoal entender o que nós produzimos e o que queríamos passar com nosso Experimento”, comenta a aprendiz de Humor Nadja Fernandes.

Este grupo fará ainda duas apresentações: a primeira delas hoje (20/05), às 11h30, e a última amanhã (21/05), às 10h. Ambas na sala 8 e no pátio.

Outro estreante de abertura foi o grupo 4, que se apresentou às 19h. A performance foi realizada na sala 6, que foi totalmente ganhou um aspecto sombrio e mórbido para abrigar o diálogo que acontecia entre uma forma abstrata composta pela união de quatro atrizes e um homem de preto, cujo rosto estava escondido por uma máscara disforme branca. Detalhe: a figura tinha braços gigantescos espalhados pelo chão.

A segunda exibição do grupo foi realizada hoje (20/05), às 12h, e a última será amanhã (21/05), às 10h30. O pátio e a sala 06 serão os espaços de trabalho do grupo.

É importante ressaltar que o último dia da fase do Experimento do Módulo Azul é amanhã. Portanto, quem quiser conferir o trabalho desses grupos ainda tem chances.