EN | ES

Confira como foi o lançamento do livro Athos Abramo – O Crítico Reencontrado, na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro, com a presença ilustre dos autores

Publicado em: 20/01/2023

Elen Londero, Tânia Rodrigues, Galiana Brasil, Alcione Abramo, Jefferson Del Rios, Ivam Cabral e Marcio Aquiles | Foto: Andre Stefano

Aconteceu na última quinta-feira, 19, o lançamento do livro Athos Abramo – O Crítico Reencontrado, de Jefferson Del Rios e Alcione Abramo, promovido pela SP Escola de Teatro, instituição ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo e administrada pela Adaap (Associação dos Artistas Amigos da Praça). O evento aconteceu no hall da sede Roosevelt da instituição e marcaram presença os dois escritores, o diretor executivo da SP, Ivam Cabral, e as representantes da Enciclopédia do Itaú Cultural, Galiana Brasil e Tânia Rodrigues.

A edição é uma parceria entre a Adaap, Itaú Cultural e Giostri Editora, por meio do Selo Lucias, braço editorial da Adaap. Ela reúne críticas teatrais produzidas pelo jornalista Athos Abramo entre 1945 e 1968, publicadas em jornais que deixaram de circular, exceto a Folha da Manhã, atual Folha de S. Paulo, sendo uma das possíveis razões do nome do autor não ter figurado em antologias críticas e estudos posteriores.

“É um momento muito especial. Finalmente a gente vai ter, a partir dessa obra, uma parte da história do teatro brasileiro sendo reformulada, porque até então a gente só conhecia o teatro, principalmente o de São Paulo, nas décadas de 40, 50 e 60, imaginando que só havia aqui o TBC (Teatro Brasileiro de Comédia). Então o Athos Abramo nos mostra que havia muito mais coisa. É uma luz também ao teatro ‘periférico’, que não era um teatro exatamente que ditava as regras naquele momento”, reitera Ivam Cabral em sua fala durante a noite.

Alcione Abramo | Foto: Andre Stefano

A obra descortina o panorama teatral paulista daquele período, revelando não só o talento e a originalidade do crítico, ao observar o que se passava em cena, como também uma São Paulo pós-guerra e em fase de grandes mudanças.

Representando o Itaú Cultural, Galiana Brasil afirmou a importância dessa parceria e a relevância dos registros que estão no livro para a cultura brasileira:

“Esse apoio é uma parceria tanto das Artes Cênicas e do Núcleo de Enciclopédia, que é um projeto que abraça fortemente essas três frentes, que são tão caras para o Itaú Cultural: Além da Memória, Artes Cênicas e Pensamento Crítico, a Enciclopédia também faz parte disso. É uma alegria ter esse apoio materializado. Além da gente ver esse recorte de São Paulo, do que estava na cidade, a gente também vê o que se passou por aqui. A importância dessa cidade para o teatro brasileiro e de todos os fluxos que passaram por aqui”.

11ª edição da SP TRANSVISÃO celebra a visibilidade Trans de 23 a 29 de janeiro de 2023 na SP Escola de Teatro

Os protagonistas que compõem todo esse panorama são os imigrantes italianos que animavam o Teatro Colombo (demolido), no Brás, os grupos amadores desses italianos, e mais: os paulistas, os lituanos, os ingleses e os paulistanos que chegariam à criação do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), Escola de Arte Dramática (EAD), companhias de Paulo Autran-Tônia Carrero-Adolfo Celi; Maria Della Costa; Nydia Lícia-Sérgio Cardoso e, adiante, o Arena e o Oficina.

Jefferson Del Rios | Foto: Andre Stefano

Abramo integrou uma família notável que inclui o gravador Lívio Abramo, a atriz Lélia Abramo e os jornalistas Fúlvio e Cláudio Abramo. O resgate de suas críticas, acompanhado de introdução e notas informativas, foi realizado por Jefferson Del Rios com o inestimável apoio da professora Alcione Abramo, filha do homenageado, irmã do também jornalista Perseu Abramo.

“Alcione Abramo é a dona de tudo. Ela guardou durante 50 anos todo o material produzido pelo seu pai, Athos Abramo, e quando eu descobri que ainda existia esse material, nós nos agarramos e começamos uma longa jornada até que fomos abraçados pela SP Escola de Teatro e pelo Itaú Cultural, que também comprou a ideia”, afirma o autor Jefferson Del Rios.

Foi um período em que atuavam Procópio Ferreira, comediantes como Dercy Gonçalves e Oscarito, além de talentos emergentes como Cacilda Becker, Cleyde Yáconis, Paulo Autran, Tônia Carrero, Fernanda Montenegro e tantas outras vocações de alto nível.

Gabriel Barone, estudante egresso da SP Escola de Teatro, fala sobre a importância de sua formação ao assumir coordenadoria no Theatro Municipal de São Paulo

Alcione Abramo também fez sua fala antes de distribuir os autógrafos e reiterou a importância da parceria de todos para que o trabalho pudesse ser feito e para que o livro ganhasse uma edição tão especial:

“Sem o Jefferson, sem o Ivam e sem o Marcio, acho que nunca mais esse livrinho teria sido feito. Então eu estou muito agradecida e emocionada em receber esse prêmio nessa minha idade, porque é um prêmio que eu estou recebendo deles em nome do meu pai”.

A direção geral e curadoria do projeto é de Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, com produção executiva de Elen Londero e Joaquim Gama, coordenadores da instituição.

Ficha Técnica
Livro: “Athos Abramo: o crítico reencontrado”.
Organização: Alcione Abramo e Jefferson Del Rios.
Lançamento: 19/01/2023 – 19 horas. SP Escola de Teatro – Praça Roosevelt
ISBN: 978-65-84800-05-2.
Edição: Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), Itaú Cultural e Editora Giostri.
Preço: R$ 30,00.
Coordenação Editorial | Selo Lucias – Ivam Cabral, Elen Londero, Joaquim Gama e Marcio Aquiles.
Direção geral e curadoria do projeto – Ivam Cabral.
Produção executiva – Elen Londero e Joaquim Gama.
Assistente de produção – Gustavo Ferreira.
Edição dos textos – Marcio Aquiles.
Revisão – Jorge Emil.
Capa – Tomaz Alencar.

Confira a galeria de fotos: 

Fotos: Andre Stefano




Relacionadas:

Notícias | 08/ 02/ 2023

Inscreva-se no gratuito e presencial O Lugar da Fotografia na Cena Teatral Paulistana, com Bob Sousa

SAIBA MAIS

Notícias | 08/ 02/ 2023

Artistas da SP Escola de Teatro são indicados ao Prêmio Shell 2023; confira!

SAIBA MAIS

Notícias | 08/ 02/ 2023

Gabriel Cândido, artista egresso da SP Escola de Teatro, lança o segundo livro de sua trilogia dramatúrgica sobre ancestralidade negra

SAIBA MAIS