Compondo uma Carreira

Publicado em: 05/10/2011

Os interessados em aplicar recursos sonoros como forma de comunicação nas mais variadas linguagens, como teatro, cinema, rádio e televisão têm a chance de ingressar em um curso de Sonoplastia gratuito, com duração de dois anos, na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. Todos os detalhes sobre o Processo Seletivo podem ser encontrados no Edital, e as inscrições para as 21 vagas do curso, divididas entre os períodos vespertino e matutino, serão abertas na segunda-feira (10).

 

Responsável por guiar o curso, que tem aulas de terça-feira a sábado, o sonoplasta Raul Teixeira está à frente de um corpo docente composto por vários profissionais da área, como Martin Eikmeier, Cintia Campolina, entre outros. 

 

Teixeira começou sua carreira no teatro na década de 80. Após ter realizado cursos no Recife, entra para o Grupo Macunaíma Centro de Pesquisa Teatral do Sesc (CPT-Sesc), ainda como ator. Em “Xica da Silva”, dirigido por Antunes Filho, estreia na função de sonoplasta. Autodidata, passa a criar as trilhas sonoras deste e de outros coletivos.

 

Entre os anos de 1997 e 1998, criou e coordenou o primeiro curso de Designer Sonoro – Sonoplastia para Teatro no Centro de Pesquisas Teatrais (CPT/Sesc). Foi responsável, ainda, pelo projeto e a instalação sonora e de imagem dos 21 CEUs do governo Marta Suplicy, além de vários espaços teatrais, como Teatro Municipal de Ponta Grossa e o Teatro Anhembi-Morumbi. Em 2002, concebeu e produziu o documentário “O Teatro Segundo Antunes Filho”.

 

O Curso

O curso tem como objetivo formar profissionais com uma visão ampla sobre as relações possíveis entre o discurso musical e sonoro e os elementos que compõem uma encenação, abordando, por meio de aulas práticas e teóricas, temas como dramaturgia sonora, teoria musical, repertório musical, composição, e as tecnologias que envolvem a produção, o registro e a manipulação de sons e música.

 

Com essa formação, os aprendizes formados em Sonoplastia pela SP Escola de Teatro poderão atuar em diferentes áreas e funções, como diretor musical, compositor, técnico de som, operador de som, editor de som e músico, no teatro, no rádio, no cinema, na internet, ou em qualquer meio artístico.

 

Ter 18 anos ou mais e possuir interesse na linguagem teatral, específicamente no estudo da relação entre música e cena, são pré-requisitos imprescindíveis para os interessados. Intimidade com a música, sem necessariamente ser músico, percepção e sensibilidade auditiva, além do hábito da leitura e interpretação de textos também são virtudes especialmente bem-vindas.

 

O Processo Seletivo é composto por duas fases: a primeira consiste em uma prova escrita e eliminatória. Na segunda, exercícios avaliam a sensibilidade auditiva, conhecimentos de repertório musical, capacidade de interpretação de texto – a partir de uma criação sonora –, senso crítico e trabalho em equipe.

 

Encontrou o curso que se encaixa no seu perfil? Então clique aqui, leia o Edital e prepare-se para ser o mais novo aprendiz da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.

 

 

Texto: Felipe Del