Coletivo formado por artistas egressos apresenta espetáculo sobre a resistência do corpo negro e marginalizado no Brasil

Publicado em: 19/02/2021

Willian Sampaio Novais, artista egresso de dramaturgia da SP Escola de Teatro, assina o texto e a direção do espetáculo Corre Menino, que faz parte da seleta programação do 6º Ato Artístico Coletivo Perus, que acontecerá nos dias 04, 05, 06 e 07 de março.

O projeto é resultado de um processo de estudos feitos na Instituição pelo dramaturgo, que após pesquisar sobre o assassinato de Douglas Rodrigues, adolescente de 17 anos que foi morto por um Policial Militar em 2013, na zona norte paulistana, se sentiu desafiado a criar uma peça com a temática.

“Escrever Corre Menino foi ao mesmo tempo terrível e libertador. Há nessa questão da necropolítica um chamado de urgência, e por mais que essa investigação seja dolorosa, não vejo possibilidade de minha pesquisa dramatúrgica se voltar para outro tema tão cedo. Jovens periféricos sofrem violências diversas e a da polícia, mesmo sendo a mais letal, é só um dos problemas que temos de enfrentar. A peça nasce desta vontade de não nos deixar matar, de não deixar nosso pensamento e nossa filosofia morrer, porque sim, nós pensamos, criamos e temos capacidade para propor melhorias sociais para nossas comunidades”, contextualiza Willian, que teve a ideia para o texto na época em que participava do Programa Kairós, da SP Escola de Teatro, nos projetos de contrapartidas orientados pelo analista João Martins e o bibliotecário Ueliton Alves.

Cena de Corre Menino

Devido à pandemia de Covid-19, o espetáculo foi transferido para o ambiente digital, mas a sua estrutura narrativa, que investiga a presença e a resistência do corpo negro e marginalizado brasileiro, se mantém intacta. Além disso, as linguagens artísticas existentes em cena, como poesia, música e dança, continuam igualmente emocionantes.

A arte de pesquisa periférica vem rompendo barreiras e criando movimentos culturais e políticos de grande visibilidade, isso demostra a importância do conhecimento e a força da união popular. Essas, por enquanto, são algumas de nossas Estratégias Marginais de Sobrevivência**”, comenta o dramaturgo, que conta com a parceria de colegas da SP e outros artistas para criar o espetáculo e desenvolve-lo em cena.

Daniel Dalmoro, artista egresso da SP, aborda a exploração no mercado de trabalho em novo livro

Elenice Zerneri e Karina Pimentel, por exemplo, são egressas de dramaturgia, já Fabiana Neves, de atuação. André Sampaio Thobias e Wes Machado estudam iluminação e direção, respectivamente. Todos fazem parte do Anomia Coletivo, criado há 5 anos.

**Nome do projeto que engloba a peça Corre Menino, o Artigo-poético Antes de pensar Periferia é preciso pensar e mais três oficinas de Dança, Música e Dramaturgia marginal

Confira mais informações de Corre Menino:

Manuel Victor em Corre menino

Sinopse:
Na história, o “Menino Fato” é assassinado a caminho da escola e toda a peça se passa enquanto ele, agora transformado em “Menino Possibilidade”, reflete e questiona a vida na cidade de São Paulo, a função da Polícia Militar e a justiça aplicada nos tribunais brasileiros.

Ficha Técnica:
Dramaturgia e Direção: Willian Sampaio Novais
Elenco: André Sampaio Thobias; Elenice Zerneri; Fabiana Neves; Karina Pimentel; Manuel Victor; Thamires Araújo; Vitória Parra; Wes Machado.
Equipe de pesquisa: Ueliton Alves e João Martins
Músicas: Composição – André Sampaio Thobias e Willian Sampaio Novais
Voz, violão e arranjo – Elenice Zerneri e Rodrigo Seiji
Edição de vídeo: Gerson Cardoso

LINK de teaser do espetáculo:
https://fb.watch/3qAT7jyZ-P/

Sobre a apresentação no 6º Ato Artístico Coletivo Perus:

O espetáculo “Corre Menino” foi selecionado para compor a programação do 6º Ato Artístico Coletivo Perus que acontecerá nos dias 04, 05, 06 e 07 de março 2021. Este chamamento teve 700 inscritos de diversas linguagens e de todas as regiões do país. Houve um intenso trabalho da curadoria, e o grupo foi selecionado.

Por Luiza Camargo




Relacionadas:

Notícias | 16/ 04/ 2021

Artistas egressos da SP participam de filme-teatro A história de Cy, que aborda o amor próprio

SAIBA MAIS

Notícias | 16/ 04/ 2021

Processo Seletivo 2/2021: Confira o resultado da análise dos recursos dos pedidos de isenção da taxa de inscrição

SAIBA MAIS

Notícias | 16/ 04/ 2021

Ana Clara Soares, estudante de sonoplastia da SP, assina trilha sonora de espetáculo de dança

SAIBA MAIS

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign