Cidadão do Mundo, por Ivam Cabral

Publicado em: 15/02/2013

O intercâmbio cultural e a importância de uma formação globalizada são os assuntos debatidos por Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, em sua coluna de hoje (14), que você lê na íntegra aqui.

Para tanto, ele cita “Pobreza Urbana”, o livro do geógrafo  Milton Santos, no qual o autor afirma que não existe cidadania em um mundo dividido. Também incorpora algumas ideias do físico e ambientalista austríaco Fritjof Capra, que afirma na obra “O Ponto de Mutação’: “os sistemas são totalidades integradas, cujas propriedades não podem ser reduzidas às de unidades menores. Em vez de se concentrar nos elementos ou substâncias básicas, a abordagem sistêmica enfatiza princípios básicos de organização”.

“Na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, nosso esforço é pela construção de intercâmbios, de maneira horizontal, em todos os setores”, afirma Ivam.



 

Texto: Majô Levenstein