Cartografia do Teatro de Grupo do Nordeste é Tema de Bate-Papo Online

Publicado em: 13/12/2010

Direto do Rio Grande do Norte, Fernando Yamamoto, integrante do grupo de teatro Clowns de Shakespeare, realiza bate-papo online no site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, na quinta-feira (16), às 16h.
 

A “Cartografia do Teatro de Grupo do Nordeste”  é o tema da conversa virtual baseada nos 17 anos de trajetória da companhia, assim como, a preocupação com o fortalecimento do teatro de grupo longe dos grandes centros, estabelecendo intercâmbio com coletivos dos outros estados e mapeando os grupos de teatro da região.
 

Fernando Yamamoto é diretor de teatro, professor e pesquisador de artes cênicas. Fundou a Cia. Clowns de Shakespeare, em Natal (RN), em 1993. Já ministrou mais de 30 oficinas, principalmente nos estados do Nordeste e Norte do Brasil. Participa do Redemoinho – Movimento Brasileiro de Espaços de Criação, desde 2004.
 

Um dos expoentes do teatro nordestino contemporâneo, o grupo de teatro Clowns de Shakespeare desenvolve um trabalho de pesquisa teatral com foco na construção da presença cênica do ator, musicalidade da cena e do corpo. E também, no teatro popular, com uma perspectiva colaborativa.
 

Surgido em uma escola secundarista no início da década de 90, o grupo estreiou com o espetáculo “Sonho de uma Noite de Verão”, em 1993. Em seguida, monta sua segunda comédia shakespeariana “Noite de Reis”. Três anos depois, cria o espetáculo “Megera DoNada”, adaptação de “A Megera Domada”, de Shakespeare. Dirigido por Sávio Araújo, esse foi o primeiro espetáculo de maior expressão do grupo. No ano de 1998, cria sua segunda versão de “Sonho de uma Noite de Verão”, que recebeu o nome de “Sonhos de uma Noite Só”. Em 2000, em parceria com o ator britânico James Bailey, monta o espetáculo bilíngue “Men Meet Woman –  O Amor e Tantos Desencontros”.
 

Para marcar a primeira década, em 2003, o grupo monta o espetáculo “Muito Barulho por Quase Nada”, com direção conjunta de Fernando Yamamoto e Eduardo Moreira, do Grupo Galpão, de Belo Horizonte. Este espetáculo possibilitou a circulação do  Clowns de Shakespeare por todo o País.
 

Dois anos depois, o grupo encena “Roda Chico”, inspirado na vida e obra de Chico Buarque e, no ano seguinte, “O Casamento do Pequeno-Burguês” e “Fábulas”, uma peça infantil que rendeu os prêmios APCA e FEMSA.
 

Em 2009, o grupo é selecionado pelo Sesi/SP para a montagem de “O Capitão e a Sereia”, que cumpriu dois meses de temporada em São Paulo e recebeu o prêmio Shell de melhor figurino. O espetáculo também foi indicado nas mesmas categorias para o Prêmio Cooperativa Paulista e ficou em terceiro lugar na seleção do Guia da Folha de S. Paulo como um dos melhores do ano.
 

Em parceria com o grupo Ser Tão Teatro, de João Pessoa (PB), a companhia encenou “Farsa da Boa Preguiça”, de Ariano Suassuna, que circulou por toda a região Nordeste. Em novembro de 2010, o grupo estreou seu mais recente espetáculo, “Sua Incelença, Ricardo III”, sob direção de Gabriel Villela.
 

É muito fácil participar do bate-papo online. Basta acessar www.spescoladeteatro.org.br/chat e em um clique você tem a possibilidade de esclarecer dúvidas, conhecer mais o trabalho de pessoas que atuam no mercado e aprofundar seus conhecimentos nessa arte tão plural.  
 
 

SERVIÇO:

Bate-Papo Online
                    
Convidado: Fernando Yamamoto
Tema: “Cartografia do Teatro de Grupo do Nordeste”
Onde: www.spescoladeteatro.org.br/chat         
Dia: 16 de dezembro (quinta-feira)
                          
Horário: das 16h às 17h