EN | ES

Brenda Oliver estreia o Território Livre

Publicado em: 28/04/2011

A veia artística não se restringe apenas a aprendizes, formadores e coordenadores da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. É o que prova a recepcionista Brenda Oliver, que, nesta sexta-feira, fará duas apresentações no pátio da Escola, às 12h30 e 13h. 

 

A exibição, que será gratuita e aberta ao público, marca a inauguração do Território Livre, espaço oferecido pela Escola para os funcionários compartilharem os seus talentos e aptidões com todos.

 

A primeira interpretação de Brenda vai ser em cima da música “Flamenco Árabe”, da cantora e atriz de origem egípcia Dalida. Na segunda, interpreta “Gracias a Dios”, da cantora mexicana Thalía, em “uma homenagem surpresa para alguém muito querido”. A recepcionista ainda reforça: “A apresentação é composta por interpretação, dublagem e figurino. As pessoas costumam confundir com dança, mas não é”.

 

Funcionária da SP Escola de Teatro há dois meses, Brenda conseguiu o cargo após aprovação em um processo seletivo realizado pelo Programa Kairós, que destina a transexuais as vagas da recepção da Instituição.

 

“A Praça Roosevelt, berço da Escola, sempre foi um reduto de travestis e transexuais, então, dentro da nossa proposta de inclusão social, decidimos que na nossa recepção só trabalhariam transexuais, porque são pessoas que não têm muitas oportunidades de emprego”, explica Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro.

 

Brenda revela que, durante toda sua vida, sempre foi complicado conseguir e manter empregos devido ao preconceito. “O Ivam me deu uma chance incrível, sou muito grata a ele”, comenta. 

 

Apesar de sempre ter trabalhado com recepção e atendimento ao público, Brenda demonstra confiança ao falar que não é a primeira vez que interpreta. Pelo contrário, já se apresentou várias vezes em concursos, bares e boates Brasil afora. “Faz um tempo que não faço isso, vai ser minha reestreia”, diz, entusiasmada.