Bate-Papo Online com Simoni Boer

Publicado em: 13/10/2010

A atriz, diretora, dramaturga e pesquisadora Simoni Boer fala sobre o ensino de teatro e apresenta as diversas facetas de trabalho e formação na área das artes dramáticas durante bate-papo online a ser realizado no site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, amanhã (14), às 16h.

 

Simoni é formada em Interpretação Teatral na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e possui pós-graduação em Arte Integrativa pela Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. Atualmente, é professora de Interpretação Teatral, Prática do Ensino de Teatro, Produção e Divulgação Teatral e Estética do Espetáculo, na Universidade Anhembi Morumbi, instituição onde coordena o Setor de Estágios do Bacharelado e é membro do Conselho do Curso. Também leciona na Escola Superior de Arte Célia Helena como professora de Interpretação Dramática.

 

Como dramaturga, Simoni escreveu e adaptou vários textos curtos, esquetes teatrais e textos institucionais para teatro empresa entre os anos de 1990 e 2005, quando, em 2001, recebeu os prêmios Panamco de Teatro e Tatiana Belinky, da Secretaria de Estado da Cultura, pela autoria do texto “A Ilha de Ouro” e foi coautora, em parceria com Ana Luísa Lacombe, do texto “Lendas da Natureza”, de 2007.  Também recebeu indicação de Melhor Texto Original para os prêmios da Cooperativa Paulista de Teatro e Coca-Cola-Femsa pela autoria de “O Conto do Reino Distante”, de 2008.

 

Atuou em inúmeros espetáculos como “Cardênio” (2009), de Stephen Greenblatt e Charles Mee, direção de Marco Antonio Rodrigues; “Cabaré da Santa (2008), de Jorge Louraço e Reinaldo Maia com direção de Dagoberto Feliz; “A Mandrágora” (2007), de Nicolau Maquiavel, direção de Eduardo Tolentino de Araújo; “Otelo” (2006), de William Shakespeare, tradução Maria Sílvia Betti e direção de Marco Antonio Rodrigues; “El Dia Que me Quieras” (2005/2006), de José Ignácio Cabrujas, direção de Marco Antonio Rodrigues; “Sonhos de uma Noite de Outono” (2003), texto e direção de Jandira Martini; A Ilha de Ouro” (2001), de sua própria autoria e com direção de Gustavo Kurlat; “O Terror dos Mares” (2000), adaptação da obra de Monteiro Lobato, dirigido por César Pezzuoli e produzido por Cíntia Abravanel; “Gato Por Lebre” (1999), de Georges Feydeau e direção de Jandira Martini; “Porca Miséria” (1999), de Jandira Martini e Marcos Caruso com direção de Gianni Ratto; “Uma Professora muito Maluquinha” (1998), texto de Ziraldo com adaptação e direção de Renata Soffredini e “Esperando Godot” (1996), de Samuel Beckett com direção de Guilhermino Domiciano e Sérgio Magalhães.

 

Após se formar, Simoni realizou inúmeros cursos como Fundamentos do Método de Stanislavski, com Valentin V. Teplyakov; Meyerhold: O Encenador Pedagogo, ministrado por Maria Thaís Lima Santos; Teatro para Atores e Diretores, com Cacá Carvalho; A Arte Secreta do Ator, ministrado Carmella Della Rocca, do Teatro Ridotto, na Itália; Treinamento Cotidiano do Ator, coordenado por Luis Otávio Burnier; A Linguagem do Silêncio com Lina do Carmo;  Processos de Criação do Living Theater com Ilion Troya; O Teatro de Metáforas de Gerald Thomas ministrado por Beth Coelho e Marcos Barreto. Assim como os cursos de Iluminação Teatral, com Davi de Brito; Direção Teatral I e II, por Celso Frateschi e Isabel Moreira e Fundamentos da Expressão Corporal, coordenado por Maria Mommshom, todos organizados pelo Sesi/São Paulo.

 

Como diretora, Simoni encenou os espetáculos “Lendas da Natureza”, 2006, com  dramaturgia e direção, com a atriz Ana Luísa Lacombe; “A Alma Boa de Setsuan” (2003) , de Bertold Brecht, com a Cia Estável de Repertório de Piracicaba/SP (CETA); “Fuenteovejuna” (2001), de Lope de Vega; “Na Roça” (2000), de Belmiro Braga, co-direção de Gustavo Trestini; “Mirandolina” (1999), de Carlo Goldoni, codireção  Gustavo Trestini e  “Arlequim Servidor de Dois Amos”  (1994), de Carlo Goldoni.

 

SERVIÇO:

Bate-Papo Online com Simoni Boer
Tema: “O Ensino do Teatro”
Data: Quinta-feira, 14/10
Horário: das 16h às 17h.