Ator canta para pacientes com Covid-19 em hospital de SP

Publicado em: 06/08/2020

O ator Luiz Araújo, astro de musicais como Lisbela e o Prisioneiro, O Primo Basílio e Hoje É Dia de Maria, está dando exemplo de solidariedade artística nesta quarentena. Ele tem cantado músicas do cancioneiro brasileiro para pacientes de hospitais que enfrentam a Covid-19.

A ação se chama Música da Alegria e foi idealizada pela psicóloga Karina Sauma Resk. Em parceria com Luiz, os dois levam arte e música aos corredores da UTI do Instituto de Infectologia Emilio Ribas, em São Paulo, nas alas dedicadas a pacientes com a Covid-19.

Karina é psicóloga e pesquisadora do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP (Universidade de São Paulo. Ela criou o projeto Manifesto de Amor, com intervenções artísticas no centro médico, dentre as quais Música da Alegria.

O ator abraçou o projeto e vem tentando encorajar outros artistas a participarem também, respeitando todos os protocolos de segurança de saúde. Veja o vídeo dele cantando no hospital:

“Sei que vivemos um momento delicado, mas é por isso mesmo que este tipo de ação se torna tão necessária”, afirma.

“As performances também atingem os profissionais da saúde, propiciando momentos de ‘ventilação emocional’ e expressão das emoções. Com a música, eles são capazes de oxigenar a mente e trabalhar com motivação”, diz Luiz Araújo.

As primeiras apresentações foram realizadas em julho no Hospital Anhembi e no Instituto de Infectologia Emilio Ribas e teve como colaboradores as cantoras Biah Carfig e Alessandra Pedreiro Saad e o cenógrafo/figurinista Márcio Vinicius, além de Luiz Araújo, mentor e coordenador da ação.

Quem quiser colaborar com o projeto Música da Alegria, que é feito de forma voluntária, pode fazer doação em uma vaquinha virtual ou procurar @karinasauma.psicologa e @luizaraujo_arte no Instagram e pelo telefone 11 98162-2454.

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).




Relacionadas:

Notícias | 21/ 01/ 2022

Agenda Cultural : As melhores dicas para o seu fim de semana

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

Estudantes de humor da SP mergulham em curiosa e divertida experiência cênica audiovisual; confira!

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

No mês da visibilidade trans, Coletiva Profanas, com o apoio do Satyros, promove espetáculo de transdramaturgia na casa de cultura do Butantã

SAIBA MAIS